Movimento “Não Pago” realiza ato contra aumento da passagem de ônibus

No início da manhã desta segunda-feira (21), o movimento “Não Pago” realizou um ato em frente à sede da Câmara de Vereadores de Aracaju, no Centro da Capital. Os manifestantes protestam contra o projeto enviado pela Prefeitura de Aracaju que aumenta o preço da passagem de ônibus de R$2,75 para R$ 3,75. O projeto chegou à Câmara na sexta-feira (18) e foi colocado em votação hoje.

 

De acordo com Demétrio Varjão, integrante do movimento “Não Pago”, está sendo exigido que o projeto não seja votado, nem colocado em pauta até que a população seja ouvida.

 

“A proposta para o reajuste não pode ir para votação sem antes ser realizada uma audiência pública com a população. Ao invés de aumentar a passagem, tinha que diminuir porque o transporte coletivo em Aracaju é péssimo. O Setransp e a SMTT não divulgaram nada oficialmente sobre a proposta para o reajuste da passagem e o projeto não pode ir para votação sem antes ser realizada uma audiência pública”, expôs o manifestante.

 

O movimento “Não Pago”, de acordo com informações de Demétrio, protocolou uma ação no Fórum Gumersindo Bessa pedido a suspensão imediata da votação na Câmara. “Protocolamos a ação porque o aumento é ilegal e não respeita a Lei Orgânica do Município, que diz que a população precisa participar desse tipo de discussão”.

 

Contato

 

A AJN1 não conseguiu entrar em contato com as assessorias de Comunicação da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) e nem do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros Aracaju (Setransp) para comentarem o manifesto. A AJN1 está à disposição, através do e-mail ajn1@correiodesergipe.com ou pelo telefone: 3238-3242.