MEDIDA - 04/06/2019 - 16:13

Base de cálculo do ICMS é alterada para reduzir preço do gás de cozinha

Foto: Agência Brasil

Da redação, AJN1

O governo do Estado passou a adotar, desde o dia 1º de junho, uma margem de 9% para cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) – o botijão de 13 Kg. Na prática, estima-se que o preço médio do gás de cozinha, que custa entre R$70 e R$80, tenha uma redução de aproximadamente R$5 em cima do valor total.

O objetivo de reduzir a porcentagem da base de cálculo, via decreto, é oferecer melhores condições à população, mas vale lembrar que o preço final ao consumidor quem vai estipular é o mercado.

Em menos de um ano, esta é a segunda alteração na base de cálculo do ICMS para o GLP. Em agosto do ano passado, o Governo adotou medida semelhante, ocasionando a equiparação da carga tributária à de estados vizinhos, incentivando também o aumento da competitividade do mercado sergipano.

“Estamos trabalhando com a equipe técnica e tributária do governo para encontrar alternativas para a situação do gás como todo no estado. O primeiro resultado obtivemos agora, com a redução do gás de cozinha, que poderá possibilitar uma diminuição de 10%. Esperamos, em breve, encontrar outras alternativas para baratear o preço deste combustível em todas as esferas de uso no estado”, afirma o governador Belivaldo Chagas, durante o programa televisivo Papo Reto.