ARACAJU/SE, 18 de maio de 2024 , 3:39:37

logoajn1

Corredor Irmão abre exposição em homenagem ao jornal O Capital

 

Artistas, ativistas culturais, políticos e admiradores de artes, estiveram presentes no lançamento da “1ª Coletiva do Corredor Irmão”, promovido sexta-feira, 17, na Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e curadoria de Mário Brito. Com 25 obras de artistas sergipanos entre desenhos, fotografias e esculturas, a exposição presta uma homenagem aos 25 anos do jornal O Capital, através da jornalista e fundadora do impresso, Ilma Fontes.

Reconhecido como o principal jornal voltado às artes, no Estado de Sergipe, o Capital já ilustrou em suas capas, diversos dos artistas que compõe a exposição, como Caã, Ancelmo Rodrigues, Elias Santos, Márcia Guimarães,  Calvero, Márcio Garcez, entre outros.  “Para mim, a melhor coisa que alguém pode receber é o reconhecimento pelo seu trabalho. Estou muito feliz por esta homenagem aos 25 anos do jornal O Capital, enquanto mídia alternativa e de resistência”, declarou Ilma Fontes.

 

Foto: Ascom/Secult

O secretário de Estado da Cultura, Elber Batalha falou sobre a satisfação de realizar a primeira exposição coletiva do Corredor Irmão e do papel que este espaço tem como incentivador das artes plásticas.  “Este corredor é um espaço cultural, criado com o objetivo de abrir mais um canal de proximidade entre a Secult, artistas e produtores culturais do Estado. Além disso, é um espaço que busca fomentar a arte como meio real de sustento para os artistas”.

Durante a homenagem os superintendentes da TV Aperipê, Messias Carvalho e da TV Alese, Luciano Correa, assinaram um convênio de parceria entre as duas emissoras. A parte do acordo, as duas emissoras compartilharão documentários sobre a cultura sergipana, que serão apresentados nas duas grades de programação. “Esta parceria é perfeita, pois as duas TVs públicas que irão unir forças para aumentar seus alcances. Certamente este é a primeira de muitas parcerias que virão”, defendeu Messias Carvalho.

Além da exposição o público assistiu à apresentação do projeto audiovisual “Uma Parceria Pela Nossa Cultura”, com dois vídeos produzidos por Pascoal Maynard. O primeiro filme trouxe um apanhado de 15 dos documentários produzidos e que serão transmitidos pela TV Alese e TV Aperipê, já o segundo foi em homenagem a Ilma Fontes.

Ao final da cerimônia, o “Quarteto de Trombone da Orquestra Sinfônica de Sergipe” fez uma apresentação especial para os convidados.  A exposição segue até o dia 20 de agosto no Corredor Irmão – Wellington dos Santos, localizado na sede da Secult, Rua Vila Cristina, 1051, Treze de Julho. 

 

Você pode querer ler também