ARACAJU/SE, 22 de julho de 2024 , 14:32:49

logoajn1

Orsse traz os encantos da música barroca italiana ao Teatro Atheneu

 

Dando continuidade a série Laranjeiras de concertos realizados no Teatro Atheneu, Orquestra Sinfônica de Sergipe realizará uma apresentação no próximo dia 15 de julho, quarta-feira.

Neste concerto, o grupo dedicará toda a sua produção à música barroca italiana e aos grandes compositores venezianos. A regência, ao cravo, estará a cargo do maestro Guilherme Mannis, com solos de instrumentistas da orquestra, como Roberta Benjamim, ao oboé, e Tarcísio Dantas, entre outros. A Orsse é uma realização da Secretaria de Estado da Cultura do Governo de Sergipe, e os ingressos já estão disponíveis na bilheteria do Teatro Atheneu, a preços populares.

Entre as peças do repertório, destacam-se o famoso Adagio de TomasoAlbinoni, o Concerto “La Stravanganza” e Concerto em si menor, para quatro violinos, de Antonio Vivaldi, Concerto para oboé e orquestra em si menor, de Bach, além de obras de outros compositores italianos como Arcangelo Corelli e Giuseppe Torelli. Na visão do maestro, abordar este repertório é fundamental para o grupo e um deleite para o público. “Além de obras de agradável audição, tratam-se das bases do que conhecemos hoje como a música clássica sinfônica. O molde de “Concerto” foi aos poucos se transformando nas sinfonias que conhecemos e tanto admiramos. Voltar às origens é difícil tarefa, mas necessária, tanto para o público quanto para nós, intérpretes”, avalaia.

O maestro regerá o concerto do cravo, que é a base de interpretação da música barroca, e instrumento de teclado com cordas beliscadas, com sonoridade absolutamente peculiar. “Poder recriar no Teatro Atheneu este concerto de forma análoga ao que se fazia há três ou mais séculos atrás, nos grandes palácios europeus, é sem dúvida, de grande interesse para o nosso público”, espera Guilherme Mannis.

 

Fonte e foto: Secult

 

Você pode querer ler também