ARACAJU/SE, 21 de maio de 2024 , 19:39:00

logoajn1

Prefeito prestigia lançamento de biografia do construtor João Alves

A vida de um dos homens que mais contribuiu com o crescimento da capital sergipana está retratada no livro da imortal Marlene Alves Calumby, intitulado "Construtor João Alves Sem Reticências…". A biografia, lançada na noite de hoje, 06, é do pai da autora e do prefeito João Alves Filho, e narra a história sem subterfúgios do construtor João Alves que, dotado de um grande espírito pioneiro e empreendedor, expandiu Aracaju para Zona Sul, até então desabitada.

 

Amigos e autoridades prestigiaram o lançamento da obra que, além de contar a vida do empreendedor João Alves, narra também sua vida pessoal recheada de amores e de respeito pelos seus. Fundador da antiga construtora Alves e posteriormente da Habitacional, foi do pai que o prefeito de Aracaju herdou o senso de liderança, dever cívico e, sobretudo, o sentimento de amor por Aracaju.

 

"Meu pai era um homem simples com uma visão futurista. Começou na construção civil como mestre obras e me influenciou a ser engenheiro. Vislumbrava terrenos que, naquela época, ninguém queria, como na Atalaia. Construía casas e as vendia, foi assim que começou a empresa da família. Na época, o território aracajuano terminava na Igreja de São José. Meu pai acreditou que a cidade se expandiria pela zona sul e construiu casas até o atual bairro 13 de Julho, ajudando assim a alavancar o crescimento de nossa querida capital", declarou o prefeito.

 

A autora do livro, Marlene Alves Calumby, revelou que em alguns momentos, enquanto escrevia, foi tomada pela emoção e imaginou não conseguir terminá-lo, mas que foi incentivada por amigos e pela vontade de mostrar aos cidadãos a valorosa colaboração do construtor João Alves com o futuro da capital sergipana.

 

"Tem muito amor nesse livro, mas procurei também trazer a cidadania para o livro, porque é importante para os novos arquitetos, engenheiros e para a população conhecer a história de um homem humilde que foi um visionário em Aracaju. Durante um ano pesquisei bastante e escrevi o livro. Tinha a obrigação comigo mesma de escrevê-lo e deixá-lo como um documento para que a sociedade soubesse quem foi o construtor João Alves. A história de Aracaju é uma antes e outra depois das ações do meu pai na cidade. Meu pai teve passagens importantíssimas na construção civil e com uma simplicidade extraordinária, já que não tinha títulos acadêmicos, mas possuía a universidade da vida que foi seu grande aprendizado", destacou Marlene Calumby enfatizando ainda que o pai era um homem que se dedicou a muitas mulheres.

 

"Meu pai teve 13 filhos. Os três mais velhos com a mesma mulher, eu e meus irmãos João e Roberto. Os outros 10 foram de mães diferentes, mas sempre fomos acolhidos, amados e respeitados da mesma maneira até o fim de sua vida".

 

O vice-prefeito José Carlos Machado também prestigiou o lançamento do livro e revelou que conheceu e conviveu com o João Alves quando o mesmo já era empresário da Construtora Alves. "Ele foi responsável pelo desenvolvimento de grande parte de Aracaju. Conversar com ele era sempre aprender. Marlene foi muito feliz quando resolveu homenagear o pai, que foi um homem muito ligado a Aracaju".

 

O secretário da Comunicação, Carlos Batalha, disse que conheceu o construtor quando ainda era radialista. "Vim morar em Aracaju no início da década de 70 e conheci João Alves ainda na Construtora Alves onde tivemos alguns contatos. Naquela época, o construtor João Alves era bastante conhecido na cidade e estimado por autoridades políticas e empresariais. Quis o destino que hoje eu trabalhasse com seu filho primogênito, João Alves Filho, e com sua filha Marlene. Tenho absoluta certeza que a emoção toma conta de toda a família hoje".

Você pode querer ler também