ARACAJU/SE, 19 de maio de 2024 , 2:20:20

logoajn1

Aracaju tem a menor cesta básica entre 18 cidades pesquisadas pelo Dieese

Em setembro passado, o aracajuano precisou desembolsar R$280,26 para adquirir a sua cesta básica. Esse montante, segundo estudo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), é o menor valor entre as 18 cidades pesquisadas.

 

Em setembro, Porto Alegre foi, novamente, a capital com a cesta com maior custo (R$ 385,70), seguido de São Paulo (R$ 383,21), Florianópolis (R$ 383,10) e Rio de Janeiro (R$ 362,90). 

 

Na ‘Pesquisa da Cesta Básica de Alimentos’ realizada pelo Dieese, em 18 cidades brasileiras, Aracaju ainda aparece entre as 13 que apresentaram retração no conjunto de bens alimentícios, figurando o último lugar da lista com 0,98%. 

 

Variações acumuladas

 

Em 12 meses, entre outubro de 2014 e setembro de 2015, as 18 cidades acumularam alta no preço da cesta. As variações ficaram entre 4,70%, em Recife, e 20,19%, em Aracaju.

 

Também nos nove primeiros meses de 2015, todas as cidades apresentaram aumentos. Destacam-se as elevações registradas em Aracaju (14,07%), Curitiba (12,88%), Salvador (10,92%), Porto Alegre (10,66%) e João Pessoa (10,16%). As menores variações aconteceram em Brasília (2,61%) e Goiânia (3,32%).
 

Você pode querer ler também