ARACAJU/SE, 27 de maio de 2024 , 3:14:35

logoajn1

Morre bilionário Samuel Barata, controlador da segunda maior rede de drogarias do Brasil

 

O bilionário e controlador da Drogaria São Paulo e Pacheco (DPSP), Samuel Barata, faleceu aos 93 anos, na segunda-feira (22), no Rio de Janeiro.

Sem citar a causa da morte, o Grupo DPSP lamentou o falecimento, destacando que Barata foi responsável por revolucionar o varejo farmacêutico ao adquirir, em 1970, a marca Drogarias Pacheco, e que, sob sua gestão, a rede se tornou a quarta maior do país.

Na lista de bilionários da Forbes de 2023, o empresário ocupou a 74ª posição, com um patrimônio de R$ 5 bilhões. Sua fortuna teve origem no grupo que ele comprou em 1974, quando detinha apenas algumas lojas, e o transformou em uma grande rede farmacêutica. Em 2011, Barata fundiu sua empresa com a Drogaria São Paulo, criando a DPSP, em uma das maiores transações do setor.

“Com uma visão empreendedora que tinha como objetivo transformar o setor, em 2011 ele participou da união da drogaria mais famosa do Rio de Janeiro a um grande nome do varejo paulista: a Drogaria São Paulo. Deste movimento, surgiu o Grupo DPSP, atualmente a segunda maior rede de farmácias do Brasil”, escreveu o grupo em nota.

Hoje, a rede conta com mais de 1.443 lojas espalhadas em oito estados do Brasil e no Distrito Federal, com mais de 26 mil funcionários, e obteve um faturamento de R$ 13,5 bilhões no ano retrasado.

Samuel deixa quatro filhos, oito netos e 12 bisnetos. Seu irmão, Jacob Barata, conhecido como o “Rei dos Ônibus” do Rio, morreu em dezembro do ano passado.

Fonte: Forbes

 

Você pode querer ler também