ARACAJU/SE, 22 de junho de 2024 , 0:08:18

logoajn1

Prejuízo na rede elétrica do Rio Grande do Sul, em decorrência de enchentes, ultrapassa R$ 1 bilhão, afirma ministro

 

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, afirmou, nesta quarta-feira (22), que o prejuízo causado na rede elétrica do Rio Grande do Sul por causa das enchentes ultrapassa R$ 1 bilhão. Isso se deve a avarias em equipamentos e infraestruturas de distribuição e transmissão de energia, como subestações e linhas.

“Esse valor considera os danos avaliados neste primeiro momento na rede elétrica. Inclui linhas de baixa, média e alta tensão. Quase 40 ativos foram avariados só na alta tensão. Estamos enviando um grupo especializado em redes subterrâneas que ajudarão a reconstruir duas subestações destruídas”, afirmou.

O governo enviou, nesta quarta-feira, um segundo grupo de eletricistas para ajudar na reconstrução das redes de energia no estado. Partiram da Base Aérea de Brasília mais de 50 profissionais cedidos pelo Grupo Equatorial. Na terça-feira (21), um primeiro grupo com 104 técnicos em energia das distribuidoras Light e Enel chegou no Rio Grande do Sul.

Os trabalhadores fazem parte de uma força-tarefa de distribuidoras de todo o país para ajudar o Rio Grande do Sul. O esforço é coordenado pelo Ministério de Minas e Energia, enquanto o transporte dos profissionais é feito em aviões da Força Aérea Brasileira (FAB). Também foram levados equipamentos como transformadores, disjuntores e cabos.

As duas subestações que precisarão ser reconstruídas ficam na região metropolitana de Porto Alegre. Ficaram totalmente inundadas com as enchentes. Os profissionais cedidos também atuarão na inspeção de 500 km de redes subterrâneas de distribuição, a medida que o nível água for baixando, para identificar as avarias e já realizados os reparos necessários.

Fonte: Poder360

Você pode querer ler também