Alunos da rede estadual se destacam em cursos concorridos da UFS

 

Aos 18 anos e recém-formada no ensino médio, a aluna Gislaine do Nascimento Santos, do Colégio Estadual Abdias Bezerra, no município de Ribeirópolis, foi aprovada em 1º lugar no curso de Medicina na Universidade Federal de Sergipe (UFS), campus São Cristóvão, na categoria cotistas de escola pública, um dos cursos mais concorridos em todo o país. O curso oferecia 100 vagas na ampla concorrência e apenas 16 vagas na sua categoria, sendo a primeira colocação conquistada pela aluna da rede estadual.

Ao consultar o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), divulgado na tarde de segunda-feira (28), ela disse ter ficado bastante surpresa. “Não consigo descrever a emoção. Primeiro eu não acreditei, depois comecei a receber mensagens e fui comemorar com meus amigos. Mas parece que a ficha ainda não caiu, só mesmo quando eu fizer a inscrição”, disse ela, surpresa com a primeira colocação.

Ela conta que sempre teve dúvidas sobre qual curso gostaria de fazer, mas que quando chegou ao 9º ano do ensino fundamental, começou a gostar de Biologia. E foi somente no 2º ano do ensino médio que Gislaine do Nascimento se decidiu pela Medicina.

Natural de Ribeirópolis, ela sempre estudou em escola pública e, desde o 6º ano do ensino fundamental, está no Colégio Estadual Abdias Bezerra. “Aqui é minha segunda família, pois estudo desde muito pequena. Tem professores que sempre me apoiaram, acreditaram em mim, e isso foi muito importante. Neste último ano me dediquei bastante. Acordava cedo todos os dias e estudava pela manhã, tarde e noite”, declarou ela, ao falar da sua rotina de estudos.

A jovem conta que um dos grandes motivos do seu sucesso foi o incentivo da família e dos colegas, e que seu exemplo inspira outras pessoas. “Recebi mensagem de um amigo dizendo que o meu sonho também é o sonho dele, e a minha conquista dá força a ele. Com isso me sinto muito feliz. Por eu ser de escola pública, acho que isso dá aos meus colegas o incentivo para que acreditem mais neles, pois tudo é possível”, afirmou.

Foco

Uma das pessoas que mais incentivaram Gislaine foi sua irmã, Elisângela Nascimento Lima. “Significou muito para a nossa família. Às vezes ficávamos preocupados porque Gislaine estudava de domingo a domingo, o dia todo. Nunca foi muito de ir a festas, apenas ficava em casa se dedicando aos estudos”, disse.

Seu professor de matemática, Airton Cardoso, disse que ela sempre foi uma aluna muito focada e que admira bastante a jovem. “Uma menina disciplinada, que sabe o que quer. O que eu mais vejo nela, além da inteligência, é o foco e a vontade que tem de vencer. Nas aulas ela era uma aluna exemplar. Aprendia os assuntos com facilidade, tinha interesse e sempre ajudava os colegas”, afirmou.

O diretor do Colégio Estadual Abdias Bezerra, Gilton Barreto, disse que Gislaine do Nascimento sempre foi uma referência na escola. “Os alunos sempre a procuravam para tirar dúvidas das atividades. A conquista dela significa muito para a escola, mas também para a população de Ribeirópolis”, declarou.

Outras conquistas

Ao todo, 20 alunos do Colégio Estadual Abdias Bezerra fizeram o Enem, e até agora já foram contabilizados cinco aprovados na primeira chamada do Sisu: Felipe Santos Souza (Administração), Maycon Douglas Santos Moura (Geografia), Sthefannie Santos dos Anjos (Química), Hélder Lima Santos (Ciências Biológicas) e a aluna Gislaine do Nascimento Santos (Medicina).

O jovem Helder Lima Santos destacou que sempre quis fazer Biologia porque no ensino médio teve muita afinidade com a matéria. A outra opção dele para o Enem foi o curso de Farmácia. Ele conta que, ao ver o resultado do Sisu, demorou um pouco para entender que havia sido aprovado. “Quando as pessoas começaram a desejar felicitações, parentes começaram a chegar em casa me dando os parabéns, fazendo festa; foi aí que me senti muito feliz”, disse.

Hélder também é natural de Ribeirópolis e sempre estudou em escola pública. Está no Abdias Bezerra desde o 8º ano do ensino fundamental. Com muita força de vontade, ele se acordava pela manhã e trabalhava dando aulas de reforço escolar. De tarde ele estudava no Abdias e pela noite assistia a mais aulas, desta vez no Curso Pré-Universitário da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura.

“A escola me deu todo o suporte e incentivou não só a mim, mas a todos os alunos. O Curso Pré-Universitário também, com aulões, revisões e módulos para estudos. Muitos alunos veem a universidade como algo que poucas pessoas podem conseguir. E a gente mostra o contrário, que todos podem, com muito esforço, empenho e trabalho”, declarou.

Entre os melhores

Outra grande conquista da rede estadual de ensino foi garantida pela aluna Tayane de Jesus Bispo, de 18 anos. Ela obteve a primeira colocação no curso de Medicina da Universidade Federal de Sergipe, no Campus de Lagarto para alunos que sempre cursaram o ensino médio em escola pública. A jovem estudou no Colégio Estadual Marcolino Cruz Santos, no município de Macambira, e sempre teve um histórico de notas boas. “Ainda estou sem acreditar. Minha primeira emoção foi a minha nota, porque vi que com ela, teria muitas chances de passar em Medicina”, disse.

Ela conta que sempre teve dúvidas sobre o curso que queria fazer, mas que sabia que seria na área da Saúde. Quando chegou ao 3º ano do ensino médio decidiu fazer Medicina. “Sempre estudei muito para poder passar em qualquer curso que eu fosse escolher. Acredito que todo mundo é capaz de realizar e lutar pelo que quer. Fico triste quando vejo gente que tem oportunidade e não leva a sério. Entrar na universidade é difícil, mas não é impossível”, afirmou Tayane. A jovem pensa em fazer a especialidade Cardiologia, ao concluir o curso de Medicina, mas diz que ainda está em dúvida e que pode mudar de ideia.

A diretora do Colégio Estadual Marcolino Cruz Santos, Samilly Teles de Mendonça, comemora a conquista da aluna e diz que ela já é vista na cidade como uma referência. “Levantou o ânimo de todos os alunos. Conseguir ingressar no curso de Medicina na UFS foi uma felicidade para ela, para os pais e para todos. Isso nos deixa motivados e servirá de exemplo para que os nossos alunos percebam que são capazes, basta lutarem”, declarou.

Uma das suas amigas, Chaiane Kaline Xavier de Jesus, afirmou que Tayane foi uma aluna muito esforçada. “Ela sempre foi muito dedicada. Sempre se esforçou muito para conseguir o que queria. Ela já pensava em fazer Medicina há algum tempo e se esforçou bastante para isso. Tayane realmente mereceu essa vitória”, disse.

O Colégio Estadual Marcolino Cruz Santos teve 55 estudantes que fizeram as provas do Enem, e até agora já foram contabilizadas cinco aprovações, sendo que outros alunos poderão ainda aparecer na lista da segunda chamada do Sisu. Foram aprovados os estudantes: João Victor Ribeiro Santos (Física), Milena dos Santos Passos (Direito), Lázaro Santos de Jesus (Ciências Contábeis), Jussileide de Jesus Santos (Pedagogia) e a aluna Tayane de Jesus Bispo (Medicina).

Mais destaques

No polo do Pré-Universitário de Lagarto já se somam mais de 60 alunos aprovados na primeira chamada do Sisu. Fernanda Carvalho (Direito), Gileno Siqueira (2° lugar – Engenharia Agrícola), Roberty Santos (1º lugar – Engenharia Elétrica), Ícaro Santos (1º lugar – Engenharia Elétrica – IFS), Geovânio Celestino (1° lugar – Engenharia de Alimentos – UFS), Eva Maria (1º lugar – Fonoaudiologia) são alguns dos destaques do polo.

A lista de aprovados não para de crescer. Vitor Emanuel Souza Leite estudou o ensino médio no Colégio Estadual Gonçalo Rollemberg Leite. Segundo lugar da rede pública para o curso de Medicina do campus São Cristóvão e estudante do Polo de Itabaiana, o estudante também ficou supresso ao se deparar com a boa colocação.

De Nossa Senhora Aparecida, o aluno do Colégio Estadual João Salônio, Tarcísio Souza, foi aprovado em Medicina na Universidade Federal do Oeste Baiano (UFOB). Do Colégio José João Barbosa, em Siriri, Lívia Oliveira também foi aprovada em Medicina na UFS.

Do polo do Pré-Universitário de Simão Dias, os destaques são os alunos do Centro de Excelência Milton Dortas: Vitória Maria dos Santos Silva (Direito – UFS/São Cristóvão); Taiane Rodrigues de Araújo (Odontologia – campus Lagarto), Darla Anny Andrade de Oliveira Araújo (Odontologia – campus Lagarto); Ananda Costa Bastos (Odontologia – campus Lagarto). No Colégio Estadual Tobias Barreto, em Aracaju, os mais de 30 alunos aprovados nos diversos cursos da UFS e do IFS comemoram a vitória com música, corte de cabelo e de sobrancelha.

Segundo a diretora do Departamento de Educação, Ana Lúcia Muricy, é um momento de realização para todos. “Nós tivemos, primeiramente, a notícia do resultado da Redação dos nossos alunos e já estamos planejando para o próximo ano ter o acompanhamento da escola para receber o resultado de forma mais rápida. Entramos em contato com a UFS para que nos envie o quanto antes o resultado final e tenhamos como divulgar todos os aprovados. As escolas estão preenchendo um instrumental onde a gente terá também todas as aprovações em instituições do ensino superior. Confirmamos que os alunos dos 3º anos devem se inscrever no Enem. É uma porta de entrada para o ensino superior, e a aprovação do Sisu está comprovando que o trabalho com as diretorias de educação e as escolas tem resultados positivos”, afirma.

Fonte: Ascom Seduc