ARACAJU/SE, 24 de maio de 2024 , 7:51:33

logoajn1

Professores da Universidade Federal de Sergipe decidem manter greve

Em greve há 82 dias, os professores da Universidade Federal de Sergipe (UFS) decidiram hoje (19), durante assembleia, manter a paralisação. Assim, cerca de 30 mil estudantes devem continuar sem aula.

Para Brancilene Araújo, secretária Geral da Associação dos Docentes da UFS (Adufs), a pauta de reivindicação da categoria inclui reajuste salarial e restruturação da carreira.

“Estamos em greve há 82 dias e, até o momento, o Governo Federal não se posicionou sobre as reivindicações dos professores. Ao invés de negociar com a categoria, o Governo está cortando R$ 9 bilhões do MEC e, recentemente, mais R$ 1 bilhão. Não há avanços e a greve está mantida”, afirmou Bracilene.

Outra queixa de Bracilene é com relação ao corte no orçamento da Educação. “Por causa do corte, estão faltando livros e tem aluno que sequer terá acesso ao laboratório. Se não tem verba, não tem como uma universidade funcionar regularmente. A educação no Brasil precisa ser revista”, afirma.

UFS

O vice-reitor da UFS, André Mauricio de Souza, disse que o calendário será refeito após o retorno dos professores e não haverá comprometimento para os estudantes. “O ideal é que não houvesse greve, mas já que teve, faremos o possível para que os alunos não sejam prejudicados”, declara.

 

Foto: Lindivaldo Ribeiro/CS

 

 

 

Você pode querer ler também