Sergipe perde João Alves Filho, um grande homem público, que muito contribuiu para o desenvolvimento do estado. Saiba mais

Projeto João Cidadão divulga Direitos Humanos em Dores

 

O Projeto “João Cidadão”: Um Jeito Simples de Entender Seus Direitos, iniciativa do Conselho Nacional do Ministério Público que pretende divulgar um conteúdo informativo em forma de cartilha sobre a garantia dos Direitos Humanos, foi lançado hoje (26) na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Nossa Senhora das Dores.

O evento reuniu promotores de Justiça do Centro de Apoio dos Direitos da Educação/MP/SE; diretores de departamentos da Secretaria de Estado da Educação (Seed) e secretários municipais de Educação dos municípios de Cumbe, Graccho Cardoso, Divina Pastora Dores e Siriri.

“O projeto é muito importante para os alunos da rede estadual, pois visa executar ações que estimulam o reconhecimento e exercício dos direitos e deveres de cada pessoa”, disse o professor Ibernon Alves, diretor da Diretoria Regional de Educação 5.

De acordo com ele, a cartilha elaborada pelo Ministério Público será distribuída para os alunos de todas as unidades escolares circunscritas à Diretoria Regional de Educação da região agreste sergipano.

Calendário

Somente nesses cinco municípios, Dores, Cumbe, Graccho Cardoso, Divina Pastora e Siriri, o número de matrícula no Fundamento Maior atinge 1.237 alunos; e no Ensino Médio, 1.627 alunos, totalizando 2.864 alunos.

A parceria firmada entre o MP de Sergipe e a Seed está levando o Projeto “João Cidadão” para as escolas da rede estadual de ensino, por meio das Diretorias Regionais de Educação. A iniciativa visa a realização de ações nas escolas de Ensino Fundamental Maior – 8º a 9º ano – e a 1ª série do Ensino Médio.

O “João Cidadão” contará com o envolvimento de 129 unidades de ensino da rede estadual. No dia 18 deste mês, o projeto foi lançado na DRE 2, em Lagarto; no dia 20, na DRE 4, em Japaratuba; no dia três de maio será lançado na DRE 6, em Propriá e no dia cinco, na DRE 9, em Nossa Senhora da Glória.

Cartilha

A cartilha do projeto “João Cidadão” foi lançada na sede do Ministério Público de Sergipe no último dia 10 de abril, durante solenidade que discutiu a importância dos Direitos Humanos.

Durante o evento, além de palestras e discussões relativas a importância dos Direitos Humanos, o público presente assistiu às apresentações culturais sobre a cartilha “João Cidadão: Um Jeito Simples de Entender Seus Direitos, com os alunos do Colégio Estadual Vitória de Santa Maria e do Grupo Musical União Filarmônica Dom José Palmeira Lessa, formado por crianças da Comunidade Pau Ferro.

Interação

O projeto visa a interação entre as escolas das redes estadual e municipal com o Ministério Público. Os eixos temáticos deverão ser discutidos com os coordenadores pedagógicos da unidade de ensino e professores. A cartilha tem um roteiro específico que orienta ações e os conteúdos a serem abordados dentro da sala de aula.

Além da cartilha, estão disponíveis os vídeos e jingles que podem auxiliar o roteiro de trabalho nas escolas. Para mais informações sobre o “João Cidadão” acesse o site www.cnmp.mp.br/joaocidadao.

Fonte: Ascom Seed