Botafogo e Coruripe se enfrentam pela primeira vez

O Botafogo estreia na Copa do Brasil 2016 nesta terça-feira (5) e viajou 1.600 quilômetros até a cidade de Coruripe, em Alagoas, para encarar a equipe local, atual vice-campeã Estadual. Será a primeira vez que os clubes se enfrentam na história. O Coruripe tem apenas 13 anos desde sua fundação e esta será a sexta vez em que participa da competição mais democrática do Brasil. O técnico do Botafogo, Ricardo Gomes, deve poupar alguns jogadores para essa partida, inclusive o goleiro Jefferson, principal jogador do grupo alvinegro.

 

Contudo, a tarefa do time da Estrela Solitária não será fácil em Alagoas. E, se depender do histórico do Coruripe jogando diante de sua torcida, a vitória do Fogão fica ainda mais distante. O Hulk Praiano, como é conhecido por sua torcida, nunca perdeu no Gerson Amaral em jogos pela Copa do Brasil.

 

"Nosso staff sempre passa algo do time adversário. Passa vídeo, nomes e informações via e-mail ou para os nossos celulares. Isso facilita para que possamos conhecer um pouco mais do time adversário. São bastante profissionais e quando entramos em campo já sabemos mais ou menos as características de cada jogador", entregou o lateral do Botafogo, Luis Ricardo.

 

O Coruripe está na disputa do hexagonal final do Campeonato Alagoano e vem de vitória em seu último jogo, no dia 30 de março, contra o Murici, por 1 a 0. O técnico Jaelson Marcelino relacionou 21 jogadores para a partida. A surpresa foi a não convocação do volante Jair, titular da equipe na vitória da semana passada. Jaelson só vai divulgar a escalação momentos antes da partida, mas com Tiago Lima recuperado é provável que o meia apareça entre os titulares. Se isso se confirmar, o time entra em campo com Gott; Renato, Williames José, Tiago Papel e Igor, Mazinho, Thulio, Sadrak e Tiago Lima; Chicão e Candinho.

 

Ficha técnica

 

Coruripe-AL x Botafogo-RJ

Data: 5 de março (terça-feira)

Hora: 21h30

Local: Estádio Gerson Amaral

A partida será transmitida pelos canais SporTV e ESPN.

 

Fonte: CBF