ARACAJU/SE, 17 de julho de 2024 , 13:58:03

logoajn1

Brasil joga bem e derrota a Venezuela por 3 a 1 com dois gols do meio-campista Willian

Depois de perder na estreia das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 (que será disputada na Rússia) por 2 a 0 para o Chile, a seleção brasileira venceu a Venezuela na noite desta terça-feira (13), na Arena Castelão (em Fortaleza), por 3 a 1. O próximo compromisso da Seleção será contra a Argentina, em Buenos Aires. Depois, no dia 17, o adversário será o Peru, em Salvador.

 

Apresentando um futebol razoavelmente agradável, a Seleção fez o primeiro gol aos 36 segundos do primeiro tempo: Luiz Gustavo desarmou o contra-ataque venezuelano e passou para Willian, que bateu forte no canto direito do goleiro venezuelano. 

 

Com mais posse de bola, a Seleção Brasileira seguiu pressionando. Em boa cobrança de falta, Daniel Alves quase ampliou aos 32 minutos. Mas foi de Willian o segundo gol. Aos 41, Filipe Luís passou por dois adversários pela esquerda e rolou para o meio. Oscar deixou a bola passar, e Willian não desperdiçou: 2 a 0.

 

2º tempo

Dunga não mexeu no time na volta do intervalo, e a Venezuela começou a pressionar em jogadas de bolas aéreas. Em uma delas, após escanteio, Seijas subiu mais alto que a defesa brasileira e cabeceou  para boa defesa de Alisson. Na sequência, Christian Santos aproveitou cruzamento de Seijas após escanteio e diminuiu para a Venezuela.

 

Instantes antes de deixar o jogo para a entrada de Kaká, Douglas Costa cruzou pela esquerda para Ricardo Oliveira cabecear e marcar o terceiro gol brasileiro. Lucas Lima também entrou na partida, no lugar de Oscar, e Hulk substituiu Ricardo Oliveira. Mesmo com a vantagem, o Brasil seguiu pressionando em busca de mais gols. Elias levou perigo à meta venezuelana após arriscar uma pancada da intermediária. Nos últimos minutos, Willian passou de calcanhar para Lucas Lima cruzar para a pequena área. Kaká bateu prensado na zaga e, no bate rebate, a defesa da Venezuela afastou o perigo.

 

Escalação

 

Brasil: Alisson, Daniel Alves, Miranda, Marquinhos e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Elias, Oscar (Lucas Lima), Willian e Douglas Costa (Kaká); Ricardo Oliveira (Hulk)

 

Venezuela: Baroja, Rosales, Vizcarrondo, Amorebieta e Cichero; Rincón, Guerra (Jhon Murillo), Santos, Seijas (González) e Vargas (Figuera); Rondón 
 

Você pode querer ler também