ARACAJU/SE, 23 de fevereiro de 2024 , 0:00:35

logoajn1

Em duelo de opostos, Confiança e Náutico ficam no zero

 

Em um duelo de opostos, o Confiança recebeu o Náutico, na noite desta terça-feira (9). Jogando pela 35ª rodada do Brasileirão Série B, o Dragão entrou em campo para fugir da zona de rebaixamento. Por outro lado, o Timbu buscava o G4. Contudo, os times não conseguiram balançar as redes e terminaram no 0 a 0. Com o resultado, o Alvirrubro ficou sem chances de subir para a Série A.

Em resumo, a partida iniciou muito fraca tecnicamente, com as duas equipes sofrendo muitos erros na hora da criação. Com isso, não chegaram com muito perigo às metas adversárias.

Ainda muito fraco, o Náutico conseguiu manter a maior posse de bola, mas não ofereceu muito perigo. Aos 7, Jaílson tentou, mas deixou uma fácil defesa para o goleiro Rafael Santos. Dois minutos depois, o jogador mandou de fora da área, mas a bola passou muito longe.

Os mandantes, de fato, só assustaram aos 20. Thassio cruzou, e Álvaro tentou, de dentro da área, com um carrinho. Contudo, desperdiçou a melhor chance do Timbu na partida.

O Confiança não demorou a responder. Aos 21, Matheus Jesus perdeu a bola no meio-campo, e Álvaro avançou. O meia chegou a arriscar de fora da área, mas a bola foi por cima do gol do Náutico.

Os dois times ainda seguiram buscando balançar as redes do Batistão. Aos 26, os donos da casa apareceram com Thassio, que cruzou. A bola passou por toda a área e parou em Vinícius, que chutou para fora. Aos 33 foi a vez do Dragão. Na jogada, Hernane ajeitou para Rafael Vila, que mandou longe.

Hernane Brocador quase abriu o placar. Aos 34, João Paulo cruzou na área, e o atacante chutou com perigo. Contudo, Camutanga salvou e mandou para escanteio. Como resposta, Jaílson tentou, mas chutou torto e sem perigo.

Segundo tempo

Os times adotaram uma nova postura para a segunda etapa. Assim, aos 3, o Náutico já teve uma boa oportunidade. Na jogada, Thassio cruzou, e Vinícius tentou de primeira, na pequena área. Contudo, mandou para fora.

O Confiança não ficou para trás. Aos 5, o time respondeu à altura. Rafael Vila fez boa jogada individual e chutou rasteiro. Anderson defendeu. No rebote, Ítalo chutou em impedimento, e Camutanga cortou.

Um minuto depois, após cruzamento, Hernane cabeceou, e Anderson salvou, evitando o gol. Na sobra, Madison chutou com perigo. Assim, apesar das boas chegadas, o Dragão não marcou nada.

Aos 23, um lance polêmico. Neto Berola recebeu, invadiu a área e foi desarmado por Djavan, que colocou uma carga no adversário. Jogadores do Confiança pediram pênalti, mas a arbitragem não marcou nada.

O Dragão seguiu com a alta intensidade e quase abriu o placar em algumas oportunidades. Aos 30, Álvaro girou, de dentro da área, e chutou. Contudo, a bola bateu em Camutanga, que desviou e mandou para escanteio. Na cobrança, o zagueiro Nirley desviou, na pequena área, mandando para fora.

Precisando dos três pontos para alcançar a zona do acesso, o Náutico aumentou ainda mais a intensidade e chegou com perigo em algumas jogadas. Aos 35, Juninho Carpina arriscou de fora da área, com grande perigo.

Na reta final, o duelo ficou ainda bastante truncado, com as duas equipes cometendo muitas faltas. Em uma das chances, aos 40, Neto Berola recebeu limpa, dentro da área. Contudo, ao invés de chutar, o atacante driblou, e a defesa afastou o perigo.

Aos 46, o Náutico apareceu com Paiva, que chutou travado dentro da área. Na sequência, Neto Berola aproveitou contra-ataque e chutou rasteiro. Contudo, a bola foi para fora.

Fonte: Terra

Você pode querer ler também