ARACAJU/SE, 18 de maio de 2024 , 4:16:44

logoajn1

Lionel Messi pode pegar 22 meses de prisão por fraude fiscal contra a Espanha

A Procuradoria Geral da Espanha pediu a Justiça do país que o atacante Lionel Messi, do Barcelona, seja condenado a 22 meses e meio de prisão por fraude fiscal cometida entre 2007 e 2009. De acordo com o jornal "El País", as autoridades espanholas admitem que o jogador é "leigo" em assuntos tributários, mas que mesmo assim "não pode ignorar" que boa parte do lucro oriundo da exploração da sua imagem vinha de empresas com sede em paraísos fiscais.

O argentino é acusado de uma fraude fiscal contra a Fazenda de 4,1 milhões de euros (cerca de R$ 18 milhões).

A Promotoria da Espanha já havia pedido a pena de 18 meses de prisão para o pai de Messi, Jorge Horacio Messi. No documento apresentado ao Tribunal de Instrução de Gavà, o MP espanhol inocenta o jogador das acusações e entende que ele não teve conhecimento da fraude cometida pelo pai, uma visão contrária à do tribunal de Barcelona, que o mantém como acusado.

A Promotoria tinha acusado o atacante argentino e seu pai, porém, pediu o arquivamento das denúncias contra o atleta alguns meses depois, logo após pagarem 5 milhões de euros.

Você pode querer ler também