ARACAJU/SE, 20 de abril de 2024 , 8:07:18

logoajn1

Sergipe empata e conquista o Sergipão 2016

Da redação, AJN1

 

O Sergipe empatou em 1 a 1 com o Itabaiana e sagrou-se campeão estadual pela 34ª vez, encerrando assim um jejum que já durava três anos. A partida aconteceu na tarde de hoje (7), no Etelvino Mendonça. Como campeã e vice da competição, as duas equipes garantiram o calendário para o segundo semestre deste ano, quando irão disputar o Campeonato Brasileiro da Série D. Além disso, serão os representantes do estado na Copa do Nordeste e Copa do Brasil do próximo ano.

 

Jogando em casa e precisando de uma vitória simples, o Itabaiana partiu para cima da equipe Colorada. Já o Sergipe, jogava pelo regulamento e já entrou em campo com uma das mãos na taça, pois o empate era suficiente para chegar ao título.

 

Empurrado pela torcida, que era maioria no estádio, o tricolor da serra abriu o placar aos 22 minutos do primeiro tempo. Depois de cruzamento de Guilherme pela esquerda, Heverton venceu a defesa tricolor e marcou de cabeça, incendiando o Etelvino Mendonça.

 

Animado com o gol, que naquele momento lhe dava o título estadual, o Itabaiana partiu para cima na tentativa de ampliar o placar e chegou a disperdiçar várias oportunidades. No entanto, quem acabou marcando foi o Sergipe. Aos 40 minutos, Calyson cruzou pela esquerda e Bruno Lotti cabeçou no ângulo esquerdo de Max, decretando o empate. Na segunda etapa, o jogo foi mais truncado e não houve aleração no placar. Após o apito final, a torcida rubra pôde soltar o grito de campeão. 

 

Ficha Técnica

 

Itabaiana 1 x 1 Sergipe

Gols: Heverton (22’ 1º tempo), Bruno Iotti (39’ 1º tempo)

 

Itabaiana:  Max, Ceará, Tiago Garça, Heverton, Gil Baiano, Guilherme Choco, Daniel, Diogo Pereira (Jailton) (Leonardo), Fabiano, Igor, Paulinho Macaíba (Patrick). Técnico Leandro Campos.

 

Sergipe:  João Ricardo, Maicon (Marcinho Beija-Flor), Carlos Alexandre, Wallace, Lucas Vinícius, Ayrton, Calysson (Márcio Santos), Dil, Fabio Paulista (Mateus), Rafael Vila, Bruno Iotti. Técnico Clemer Silva.

 

A arbitragem foi de Claudionor dos Santos Júnior, auxiliado por Cleriston Clay B. Rios e Ailton Farias da Silva. 

 

Renda: R$ 128.190 para um público pagante de 6.073 expectadores.

Você pode querer ler também