ESCASSEZ HÍDRICA - 08/10/2019 - 15:57

Governo decreta situação de emergência no município de Monte Alegre

Monte Alegre | Foto: Google Maps

Da redação, AJN1

As chuvas do último inverno não foram suficientes para a formação de grande estoque de água nos principais reservatórios, como açudes, tanques, barreiros e cisternas existentes na zona rural de Monte Alegre, no Alto Sertão. Por este motivo, o Governo de Sergipe atendeu solicitação da Prefeitura e decretou situação de emergência naquele município, em virtude da seca que já começa a ganhar força em pleno engatinhar da primavera.

O decreto, publicado no Diário Oficial desta terça-feira (8), tem respaldo da Defesa Civil, que atestou a anormalidade no abastecimento hídrico do município. A vigência é válida até março de 2020.

“Considerando o Poder Público de intervir nas áreas afetadas pela seca, a fim de garantir benefícios e auxílios necessários à superação dessa crise, minorando o sofrimento da população atingida, fica homologada a declaração de situação de emergência no município de Monte Alegre de Sergipe”, diz um trecho do decreto, de número 40.452.

Segundo relatório da Defesa Civil estadual, há outros três municípios com decretos de situação de emergência ativos por escassez hídrica: Pinhão, Poço Redondo e Nossa Senhora da Glória. Esse número pode subir nos próximos dias, isso porque Tobias Barreto, Canindé de São Francisco, Poço Verde, Frei Paulo e Gararu aguardam publicação do decreto de calamidade hídrica.

Monitor de Secas

Em agosto, segundo estudo do Monitor de Secas, instrumento de acompanhamento regular e periódico da situação da seca no Nordeste, coordenado pela Agência Nacional de Águas (ANA), a maior parte do território de Sergipe não apresentou condição de seca, em virtude da regularidade de chuva em todas as regiões do estado, com ênfase no território Leste.  

A tendência, conforme se aproxima do verão, é que a estiagem volte a castigar o semiárido sergipano, já que ocorrências de chuvas são escassas neste período.