Sergipe perde João Alves Filho, um grande homem público, que muito contribuiu para o desenvolvimento do estado. Saiba mais

Animais resgatados pela FPI são devolvidos à natureza

 

Mais de 400 animais silvestres resgatados com vida durante a Fiscalização Preventiva e Integrada do São Francisco (FPI/SE) nos municípios de Neópolis e Japaratuba serão devolvidos a natureza nesta quarta-feira (27). O trabalho de fiscalização vem sendo realizado desde a segunda-feira (25).

De acordo com a equipe Fauna, responsável pela atuação de resgate de animais, todos os bichos receberam cuidados e após passar por avaliação de biólogos, veterinários e ornitólogos, serão soltos em áreas previamente selecionadas e cadastradas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) ou em unidades de conservação, como o Refúgio da Vida Silvestre Mata do Junco.

Na fiscalização realizada nesta terça-feira (26) na zona rural de Japaratuba, os membros da FPI conseguiram resgatar vários animais silvestres, a exemplo de Papagaio Estrela, Papagaio Verdadeiro, Papa Capim, Sabiá, Pássaro Preto, Jesus Meu Deus, Galo de Campina, Azulão, Canário da Terra, Fogo Apagou. Além de vários jabutis.

No povoado São José, em Japaratuba, a fiscalização conseguiu resgatar duas cotias que estavam habitando ilegalmente em um viveiro nos fundos de uma residência.

Orientação

Além da fiscalização, a equipe Fauna procurou orientar os proprietários de animais a não mais proceder desta forma, pois estariam cometendo uma infração e até crime ambiental. Diante da situação, os proprietários assinaram um termo de doação voluntária para que os bichos fossem devolvidos à natureza. Além das duas cotias, 17 pássaros também estavam na residência e foram recolhidos pelos Carrancas do São Francisco.

Por conta da grande quantidade de bichos resgatados, a equipe Fauna suspendeu o trabalho antes do previsto, pois haviam muito animais silvestres no caminhão boiadeiro da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que precisavam ser levados até a base provisória para receberem os cuidados necessários da equipe de biólogos e veterinários da FPI do São Francisco.

*Com informações da Assessoria de Comunicação da FPI/SE