ARACAJU/SE, 27 de maio de 2024 , 3:39:28

logoajn1

No primeiro trimestre deste ano, desmatamento na Amazônia reduz 40%

 

Dados divulgados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), nesta sexta-feira (12), mostram que o desmatamento está em queda na Amazônia. No Cerrado, porém, os índices estão em alta.

Os números são referentes a março e ao primeiro trimestre deste ano. O levantamento é feito pelo Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (Deter), que monitora em tempo real e emite alertas dos locais onde há derrubada de árvores para equipes de fiscalização.

Segundo a pesquisa, 162 km² de mata estiveram sob alerta de desmatamento na Amazônia em março deste ano. O número é 54,4% menor do que março do ano passado, quando foram registrados 356 km² de desmatamento.

Comparando os primeiros trimestres, os alertas de desmatamento foram de 845 km² nos três primeiros meses de 2023, contra 507 km² neste ano – uma queda de 40%. Os números do primeiro trimestre deste ano são os menores desde 2017.

“Isso se dá principalmente ao aumento de fiscalização. O desmatamento estava muito alto, em um nível descontrolado. Então, a presença do Estado fazendo esse papel de fiscalização resultou nessa queda. Agora vai começar uma segunda fase, em que o governo precisa implementar políticas de valorização de atividades que não levem ao desmatamento. É preciso equilibrar a fiscalização com medidas menos impactantes de desmatamento”, explica Cláudio Almeida, coordenador do programa de monitoramento do Inpe.

Fonte: G1

 

 

Você pode querer ler também