INVESTIGAÇÃO - 03/10/2019 - 07:31

PC combate fraudes no Sergipeprevidência



Da redação, AJN1

Equipes dos Departamentos de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) e de Narcóticos (Denarc) deflagraram uma operação na manhã de hoje (3), em Aracaju, de combate a fraudes no Sergipeprevidência. Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão relacionados e os foram dois escritórios de advocacia e duas residências ex-servidores comissionados da instituição.

A informação é que os policiais estiveram em endereços nos bairros Jabotiana e Luzia. Foram apreendidos documentos, mídias e computadores, além de outros materiais que apontam indícios de violação de sigilo funcional, assim como possível crime de corrupção e advocacia administrativa.

De acordo com o Sergipe Previdência, aproveitando-se do cargo que ocupava, um ex-servidor comissionado teve acesso a informações privilegiadas sobre aposentados e pensionistas, que seriam beneficiados com majoração do benefício por alteração no nível do cargo ocupado. Levantamentos preliminares da instituição apontam que o suspeito teria acessado os dados cadastrais de 8 mil beneficiários.

As investigações que tiveram sequencia no Deotap apontaram que a partir daí o suspeito se associou a outro ex-servidor, passando então a manter contatos por telefone com os beneficiários com o objetivo de convencê-los a ingressar com com pedidos administrativos para revisão dos valores recebidos. Durante o andamento dos processos, no Sergipeprevidência, eles passaram a cooptar outros três então servidores, que supostamente recebiam valores indevidos para dar celeridade aos processos.

Além disso, foi apurado que os beneficiários da instituição também foram procurados por advogados, que atuavam da mesma forma dos dois ex-servidores, inclusive, um dos advogados, atendia em endereço distinto do escritório onde trabalhava. As investigações ainda estão em andamento no Deotap para se chegar a outros possíveis envolvidos com o grupo.

*Com informações SSP