ARACAJU/SE, 17 de junho de 2024 , 22:54:31

logoajn1

PC prende quadrilha que assaltou propriedade rural do prefeito de Canhoba

 

Da redação, AJN1

A equipe de investigações da Delegacia de Telha desarticulou a quadrilha que invadiu e assaltou a propriedade rural do prefeito de Canhoba, Manoel Arroz. O crime aconteceu no dia 23 de julho e durante a ação criminosa o prefeito e o caseiro foram agredidos. Foram presos Euclides Sousa Santos, Alex Santos Júnior, Welisson Serafim Santos, e os ex-presidiários Clovis Barreto Rodrigues. Outro acusado, Jeferson dos Santos Cavalcante, o “Géu”, ainda está foragido.

As investigações apontaram que Clovis era o líder do bando e o mentor de toda a ação criminosa. “Ele conhecia a região e sabia que a propriedade era do prefeito de Canhoba”, explicou o delegado Henrique Tomiello. A base do grupo era o povoado Pau Ferro, em Maruim, onde os acusados residiam. “Foram roubados da fazenda cerca de R$ 4 mil,uma espingarda calibre 12 e uma pistola. A quadrilha é especializada em roubos contra o patrimônio em Sergipe e Alagoas e sempre atua com muita violência”, explicou o delegado destacou.

O primeiro a ser preso foi Alex, que foi capturado momentos depois do roubo. A partir do depoimento dele e dos levantamentos que se seguiram durante a investigação, os policiais conseguiram identificar os outros integrantes da quadrilha. No último dia 7, Welisson e Clovis foram presos na cidade alagoana de Porto Real do Colégio. Com eles foram apreendidos um revólver calibre 38 e uma escopeta calibre 12, ambos utilizados no assalto a propriedade do prefeito.

As investigações prosseguiram e ontem (16), Euclides foi preso no povoado Aldeia, em Santo Amaro das Brotas. Agora a polícia trabalha para prender Jeferson, que dirigia o veículo utilizado no assalto. Quem tiver alguma informação que possa auxiliar a captura do foragido deve repassá-la, de forma anônima, através do 181 (Disque Denúncia) ou do Aplicativo Disque Denúncia SE, disponibilizado para aparelhos Android e IOS.

Você pode querer ler também