Acusado de executar sargento tomba em confronto com a polícia

 

Da redação, AJN1

Suspeito de executar um sargento da reserva remunerada da Polícia Militar (PM), no dia 9, em Itaporanga D’Ajuda, Walisson Teixeira Rodrigues, 24, foi morto em uma troca de tiros com as equipes do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope). A operação aconteceu no final da tarde do domingo (20), em Laranjeiras, e com  os suspeito foi apreendido um revólver calibre 38. Walisson estava com preventiva decretada pelo juízo da Comarca de Malhador, onde era investigado por roubo e organização criminosa.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o latrocínio que vitimou o sargento Ronaldo Bispo Santos, no povoado Nova Descoberta, em Itaporanga, é investigado pelo Cope, com o apoio da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol) e do Núcleo de Inteligência da Polícia Militar (PM-2). No dia do crime, o sargento chegava a um mercadinho para comprar um botijão de gás, quando se deparou com dois homens saindo do estabelecimento após um assalto.

Imagens de câmeras de segurança do mercadinho mostram o momento em que um dos criminosos, que seria Walisson, retorna para abordar a vítima e efetua vários disparos. O sargento ainda consegue reagir, mas vai a óbito, enquanto os suspeitos fogem em um veículo Fox. Nos levantamentos realizados, a partir de denúncia anônimas, os policiais descobriram que o suspeito estaria escondido na região de Laranjeiras e já planejava deixar a localidade.

No domingo, as equipes do Cope realizaram uma operação no município e conseguiram interceptar o veículo no qual Walisson estava. O suspeito tentou furar o cerco policial e passou a atirar usando um revólver calibre 38. Houve o confronto e, na troca de tiros, ele acabou baleado. Walisson foi socorrido e deu entrada no Huse, na capital. Mas não resistiu aos ferimentos. O corpo do acusado foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde será necropsiado e depois liberado para o sepultamento.