Agentes impedem entrada de cachaça e celulares no Copemcan

Da redação, AJN1

 

Quatro homens foram detidos por agentes penitenciários ao serem flagrados tentando lançar garrafas de cachaça, carregadores, aparelhos celulares e isqueiros para o interior de um dos pavilhões do Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan), em São Cristóvão. A apreensão e aconteceu no início da manhã desta terça-feira (28). Os suspeitos foram interrogados e em seguida liberados.

 

Segundo o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sindpen), Luciano Nery, em virtude do baixo efetivo, todas as 13 guaritas do Complexo Penitenciário estão desativadas, sendo que, por sorte, hoje uma delas foi ativada. No início da manhã, o agente observou, em uma área próxima, a movimentação suspeita de quatro homens.

 

A situação foi repassada para os outros agentes penitenciários que estavam de plantão e no momento em que os homens lançavam o material para o interior da unidade prisional, foram efetuados vários disparos de advertência. No momento em que tentavam deixar o local, os quatro suspeitos acabaram detidos.

 

Com o grupo foi encontrado 26 garrafas plásticas com bebidas alcóolicas, dezenas de isqueiros, além de carregadores de celulares. O material foi recolhido, mas os quatro homens acabaram liberados. O presidente do Sindpen destacou que o fato registrado hoje é rotineiro, em virtude da desativação das guaritas, não só no Copemcan, mas nas demais unidades prisionais.