ARACAJU/SE, 21 de maio de 2024 , 6:57:31

logoajn1

Áreas comerciais de Aracaju contarão com reforço de 180 policiais

Reforçar o policiamento ostensivo nas áreas comerciais de Aracaju a fim de garantir a tranquilidade dos comerciantes e clientes durante as compras de final de ano é o objetivo da Operação “Comércio Seguro”, iniciada nesta segunda-feira (16). A operação segue até o dia 16 de janeiro no Centro Comercial de Aracaju, bairros Treze de Julho e Siqueira Campos.

 

De acordo com o tenente coronel Vivaldy Cabral, comandante do 8º Batalhão de Polícia Comunitária (8º BPCom) e coordenador geral das ações da Operação Comércio Seguro, a iniciativa busca incrementar o policiamento ostensivo durante as compras de final de ano, quando aumentam o fluxo de pessoas e valores em circulação nas áreas comerciais da capital.

 

“Percebemos que, neste período,existe um aumento no número de pessoas que circulam por essas áreas comerciais, principalmente por causa dos festejos de Natal e Ano Novo, além do incremento do 13° salário. Em virtude disso, traçamos um planejamento para intensificar o policiamento. Utilizaremos um número significativo de policiais nessas áreas de maior fluxo, para que possamos ter, como no ano anterior, o sucesso que tivemos em relação à redução de alguns delitos relacionados aos crimes contra o patrimônio, além de roubos e furtos de celular e bolsas”, ressaltou.

 

Segundo o oficial, no referido período, o centro comercial de Aracaju, bem como os bairros Siqueira Campos e Treze de Julho, recebem o incremento do policiamento ostensivo a pé, montado e motorizado, através do 8º Batalhão, unidades administrativas e especializadas da PM.

 

Inicialmente, nos meses de novembro e janeiro, as ações de policiamento serão realizadas de segunda a sábado, acompanhando os horários de abertura e fechamento dos estabelecimentos comerciais. Já em dezembro, quando se intensifica o fluxo de pessoas e valores em circulação, o patrulhamento se estenderá também para o turno da noite, contemplando os finais de semana e feriados. “Empregaremos um efetivo de 90 policiais militares a cada turno, sendo 40 no Centro de Aracaju, 20 no Siqueira Campos e 30 na Treze de Julho, perfazendo um total de 180 policiais  empregados por dia. Isso significa um reforço de 78 militares em relação ao policiamento ordinário nos meses convencionais”, salientou.

 

Dentre as ações previstas pela operação, está a realização de abordagens a pessoas e veículos, para coibir a prática de furtos, roubos, tráfico de drogas e porte ilegal de armas; bem como a ativação do sistema de monitoramento através do ônibus do programa “Crack é possível vencer”. “O veículo irá operar no calçadão do Centro da cidade, com uma equipe fazendo o monitoramento das imagens captadas por mais de 20 câmeras de longo e médio alcance, situadas em pontos estratégicos da área comercial, para, em tempo real, facilitar a identificação de situações suspeitas e garantir o pronto atendimento por meio do repasse da informação à equipe que estiver mais próxima do local do fato”, explicou Vivaldy.

 

O empresário José Maria Omena, proprietário de um estabelecimento comercial que fica situado no Centro de Aracaju, elogiou o aumento do policiamento no Centro Comercial, “Com o reforço dos policiais, constatamos que houve uma redução bem significativa de roubos, furtos e outras situações, em comparação ao ano passado. Isso porque a presença da polícia inibe a ação dos infratores. Por isso, parabenizo à Polícia Militar pelo excelente trabalho realizado no Centro de Aracaju. Que essa parceria entre a PM e os lojistas sempre continue”, frisou o empresário.

 

Para o vendedor Wagner Cruz Barreto, 22 anos, que trabalha há três anos em uma loja de calçados situada no Centro da cidade, a presença constante dos militares pode resultar em um crescimento das vendas no período. “Com o reforço desses policiais, a população vai se sentir mais tranquila e segura em vim ao Centro para efetuar suas compras de fim de ano. Isso poderá refletir no aumento de vendas nesse período, o que é bom não apenas para nós, funcionários, como para os lojistas e para a economia”, disse Wagner Cruz.

 

Já a dona de casa Noetti Maria Marques do Nascimento, 68 anos, comemorou a notícia. “É muito importante a presença desses policiais, pois teremos a certeza que poderemos fazer as nossas compras sem nos preocuparmos com a segurança não só aqui no Centro, como na Treze de Julho e Siqueira Campos. Isso faz com que a gente se sinta mais à vontade”, disse.

 

Dicas de Segurança

 

O tenente-coronel Vivaldy Cabral aproveitou a oportunidade para ressaltar alguns cuidados que a população deve ter em relação aos delitos que costumam ser praticados nessa época do ano (roubos, furtos e golpes), principalmente nas áreas comerciais.

 

O oficial alerta para o fato dos cuidados que os comerciantes devem tomar para não receber cédulas falsas, além da população evitar carregar senhas de banco junto com cartões magnéticos e, no caso de idosos, só aceitar ajuda de pessoas de confiança para utilizar os caixas eletrônicos.

 

Confira algumas dicas para evitar surpresas desagradáveis durante o período de compras neste final de ano:

 

Nas ruas

 

1. Previna-se contra a ação de marginais não ostentando objetos de valor como relógios, pulseiras e outras jóias;
2. Evite passar em ruas ou praças mal iluminadas;
3. Não saia com grandes quantias de dinheiro ou cartões de crédito, se não houver necessidade;
4. Não abra a carteira ou a bolsa na frente de estranhos. Separe pequenas quantias para pagar passagem, café, carnês, etc.

 

Nos bancos

 

1. Evite conversar com pessoas estranhas dentro ou fora do banco;
2. Ao sair do banco, olhe bem para todos os lados para ter certeza de que não está sendo seguido;
3. Nunca aceite ajuda de estranhos ao utilizar caixas eletrônicos. Somente de funcionários credenciado ao banco (verificar crachá);

 

No transporte coletivo

 

1. Dentro do coletivo, mantenha bolsa, carteira pacotes ou sacolas na frente de seu corpo;
2. Em ônibus com poucos passageiros, procure viajar próximo ao motorista;
3. Ande sempre com o dinheiro de passagem contado;
4. Evite ficar sozinho em pontos de ônibus isolados;

 

No carro

 

1. Nunca deixe documentos, talões de cheques, objetos de valor dentro do automóvel;
2. Procure estacionar em locais vigiados por pessoas de confiança e, se possível, em locais iluminados e visíveis;
3. Ao perceber alguém suspeito, seguindo-o, dirija-se ao posto policial ou batalhão mais próximo;
4. Procure não se aproximar do seu carro e nem entrar nele se perceber a presença de pessoas suspeitas nas proximidades.

Você pode querer ler também