ARACAJU/SE, 23 de fevereiro de 2024 , 14:02:28

logoajn1

Combate às drogas: Proerd lança livro voltado para alunos de escolas sergipanas

 

A Polícia Militar apresentou na tarde desta sexta-feira, 7, o livro didático do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) 'Caindo na Real', que será aplicado em salas de aula para alunos do 5º ano de escolas públicas e particulares dos 75 municípios sergipanos. 

 

De acordo com a coordenadora do Proerd, capitã Adriana Littig, o currículo do programa passa sempre por atualizações e o conteúdo deste ano foi reformulado, onde se utiliza a teoria pedagógica socio-educacional. "Nessa nova reformulação trabalhamos muito mais com a criatividade, com o emocional e com o sinestésico, de forma que o contéudo seja apresentado de forma mais atrativa para os alunos", destacou.

 

As escolas que tiverem interesse entram em contato com o Proerd e marcam o dia para começar as aulas. Conforme a disponibilidade, os intrutores utilizam o livro e aplicam as dez lições, uma vez por semana. "As dez lições não falam diretamente de drogas. Duas falam de drogas lícitas que são o álcool e cigarro. Trabalhamos em todas as atividades objetivando que o jovem faça a melhor escolha", relatou a capitã, explicando que a palavra 'Real' no título do livro significa recusar, explicar, abster-se e livrar-se.

 

O sargento Alexandre Prado, que está no projeto desde 2014, relatou que o Programa é importante para prevenir as crianças de se envolverem com drogas e violência. "Começei pela coordenação e me encantei pelo programa. Acabei fazendo o curso de capacitação de instrutor e acredito que hoje é um dos projetos mais importantes aplicados nas escolas, pois hoje encontramos adultos que foram alunos do Proerd e nos agradecem. Isso é muito gratificante", pontuou.

 

O Proerd está em Sergipe desde 2001 e até o momento atendeu mais de 65 mil alunos crianças e adolescentes. Para o sargento Prado é importante essa relação entre a Polícia e a comunidade escolar. "A alegria que a gente recebe quando as crianças nos recepcionam na escola ajuda a mudar um pouco a imagem que elas tem da Polícia Militar. Quando o Proerd aplica o currículo, a imagem muda completamente", concluiu.

 

Durante a apresentação, os intrutores ainda apresentaram a dança do projeto, que é ensinada durante as aulas e utilizada no dia da formatura. No evento estavam presentes o capitão Robson Donato, representando o secretário de Segurança Pública de Sergipe; o designer da Assessoria de Comunicação da SSP, Jenilson Gomes; o tenente-coronel Aragão, chefe adjunto da 3ª Seção do Estado Maior Geral da PM; além de representante da Petrobras.

 

Fonte: SSP

Você pode querer ler também