ARACAJU/SE, 20 de julho de 2024 , 0:34:20

logoajn1

Delegados de polícia paralisam por 24h

 

 

Cobrar do governo do Estado o pagamento do reajuste linear de 2015 que não foi pago até o momento. Esse é o objetivo da paralisação por 24h dos delegados de polícia de Sergipe nesta terça-feira, 16. A categoria foi até a sede da Secretaria de Segurança Pública (SPP) protestar e pedir celeridade às reivindicações. 

 
Com a greve, as delegacias do estado ficaram com alguns serviços suspensos, a exemplo das lavraturas dos termos de ocorrências.
 

Para Paulo Márcio Ramos Cruz, presidente da Associação dos Delegados de Polícia de Sergipe (Adepol), o objetivo é sensibilizar o Governo para que encaminhe a Assembleia Legislativa o Projeto de Lei que concede o reajuste linear deste ano.
 

“Conforme o balanço do primeiro semestre de 2015, o Estado tem condições de dar o reajuste. Por enquanto, paramos por 24h e as delegacias, tanto da capital quanto do interior, tiveram vários serviços suspensos, como os depoimentos e lavraturas de termos de ocorrências, permanecendo apenas os autos de prisão em flagrante e delito. Há prejuízos, infelizmente, mas a paralisação foi necessária neste momento”, disse.
 

Paulo Cruz disse ainda que os delegados estão cobrando a retirada dos cerca de 450 detentos que estão em delegacias para presídios estaduais, sob custódia da Secretaria de Justiça. “Se nada for feito, os profissionais farão uma grande mobilização e, provavelmente, até uma greve”. 
 

SSP
 

De acordo com a assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o órgão monitorou a situação das delegacias, por causa da paralisação dos delegados, e somente os serviços essenciais foram mantidos. Já sobre a reivindicação da categoria, quanto ao reajuste linear, a assessoria disse que o secretário Mendonça Prado recebeu um ofício dos profissionais e irá encaminhá-lo ao governador Jackson Barreto.
 
 
Foto: Fernanda Araújo

Você pode querer ler também