ARACAJU/SE, 24 de maio de 2024 , 7:09:41

logoajn1

Denarc apreende 100 kg de maconha em chácara no Parque dos Faróis

A Polícia Civil de Sergipe, por meio do Departamento de Narcóticos (Denarc), efetuou na tarde de segunda-feira (28), a prisão de Mailon Lima dos Santos, 23 anos, suspeito de tráfico de drogas no conjunto Parque dos Faróis, município de Nossa Senhora do Socorro, região metropolitana de Aracaju. Com ele foram apreendidos 100 quilos de maconha prensada que estavam escondidas em uma chácara localizada no mesmo conjunto.

 

Segundo o reponsável pelas investigações, delegado André Baronto, os policiais do Denarc receberam denúncias através do Disque Denúncia 181 informando sobre um ponto de tráfico no referido conjunto.

Delegado André Baronto

"Colhemos informações sobre a denúncia e localizamos a residência onde Mailon estava. Seguimos até o local e efetuamos a prisão dele, onde encontramos uma pequena quantidade da droga e a chave da chácara", explicou.

Os agentes seguiram até a chácara, que fica um pouco afastada da residência, e lá encontraram 100 quilos de maconha prensada.

"Identificamos que ele era o responsável na guarda e vigilância da droga. Durante a investigação, identificamos que existem outras pessoas envolvidas nessa associação. Agora, durante o inquérito policial, vamos tentar identificar essas pessoas, concluir e encaminhar à Justiça", concluiu Baronto.

 

30 kg de maconha

 

Já no final da manhã desta terça-feira (29), o Denarc prendeu Celso Rodrigues dos Santos, 47 anos, por tráfico de drogas, no município de São Cristóvão, em posse de 30 kg de maconha.

 

A Polícia Civil recebeu uma denúncia feita pelo 181, em que um indivíduo armazenava e comercializava drogas em um sítio próximo ao Complexo Penitenciário Dr Manoel Carvalho Neto (Copemcam), localizado na cidade de São Cristóvão.

 

"Como em 2012 já havíamos prendido Celso com 150 kg de maconha neste mesmo endereço, aprofundamos as investigações sobre aquele informe recebido há cerca de 1 mês", relata o delegado do Denarc, André Baronto.

Conforme detalha Baronto, os policiais foram até o endereço e constataram a veracidade da denúncia, encontrando os 30 kg do entorpecente. No momento, somente estava na residência a companheira de Celso. A equipe aguardou a chegada do suspeito, que não reagiu e confirmou estar em posse da droga, apenas armazenando para outro indivíduo, o qual não soube qualificar, apenas dizendo ser oriundo de uma cidade baiana.

 

Pelos 150kg encontrados em 2012, Celso foi condenado a 10 anos e 3 meses de prisão. Desses, foram cumpridos 3 anos e 6 meses. Para o restante da pena foi concedido o benefício do cumprimento em regime aberto. Há três meses em liberdade, ele reincindiu sobre o mesmo crime.

 

Fonte: SSP

Você pode querer ler também