ARACAJU/SE, 29 de novembro de 2023 , 6:12:38

logoajn1

Desarticulada quadrilha assaltou família de empresário em Glória

Da redação, AJN1

 

As equipes da Delegacia Regional de Nossa Senhora da Glória, Companhia Especializada em Ações de Caatinga (Ceopac) e Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Copci) agiram rápido e desarticularam a quadrilha que fez refém e assaltou a família de um empresário. O crime aconteceu na noite da última sexta-feira (29), no Centro do município de Glória. Durante a operação, que envolveu mais de 30 homens das polícias Civil e Militar, quatro criminosos foram presos e um morreu ao trocar tiros com a polícia. Ele foi identificado como sendo Cleverton Santos da Mota, o “Bebeto”, 28, que é acusado de participar de um latrocínio do Parque dos Faróis, em Nossa Senhora do Socorro.

 

De acordo com o titular da regional de Glória, delegado Jorge Eduardo, as ações se concentraram na sede do município e a quadrilha é suspeita de envolvimento em vários assaltos registrados nos últimos meses na região. Além das prisões, foram apreendidas várias armas. O delegado preferiu não passar detalhes sobre a operação, alegando que ainda estão sendo realizadas diligências. Na quarta-feira (03) deverá acontecer uma coletiva à imprensa na Secretaria de Segurança Pública (SSP) e onde será detalhada todo o trabalho realizado.

 

Um dos crimes atribuídos a quadrilha é o assalto a residência de um empresário, que também seria familiar do governador Jackson Barreto. A ação criminosa aconteceu na noite da última sexta-feira, quando três homens invadiram a casa e fizeram as pessoas que estavam na casa como reféns. Os assaltantes ainda atiraram em um dos genros do empresário, que chegou ao local no momento em que o assalto estava em andamento e fugiram levando dinheiro e joias.

 

Com a desarticulação do bando, a polícia chegou até Cleverton Santos da Mota, que estava com preventiva decretada por envolvimento no latrocínio que vitimou o torneiro mecânico Edson Brabec Barreto. O crime aconteceu no dia 14 de janeiro no Parque dos Faróis, em Nossa Senhora do Socorro. Cleverton reagiu a prisão e acabou morto no confronto com a polícia.

Você pode querer ler também