ARACAJU/SE, 25 de junho de 2024 , 3:37:04

logoajn1

DHPP prende acusados de participar do assassinato de estudante em Socorro

 

Da redação, AJN1

Acusados de envolvimento no assassinato da estudante Michelle de Jesus Santos, 13, ocorrido em uma escola abandonada em Nossa Senhora do Socorro, William Teles Santos Silva, a “Lohana”, 18, e Maiane Cristina Melo Santos, a “Gu”, 21, foram presos nesta sexta-feira (17) pela equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Embora as investigações ainda estejam em andamento, existe a suspeita que o crime tenha motivação passional. Os acusados estão com prisões temporárias decretadas por 30 dias.

De acordo com o delegado Antônio Sérgio, que coordena uma das Divisões do DHPP, William e Maiane negam envolvimento no homicídio. No entanto, os levantamentos realizados a partir de depoimentos e imagens de câmeras de segurança obtidas nas investigações não deixam dúvidas sobre a participação dos acusados. O delegado informou ainda que uma terceira pessoa, que preferiu não divulgar a identificação, é suspeita de participar do crime.

Um dia após o assassinato de Michelle, populares tentaram invadir a casa e linchar William, que já era apontado como suspeito. Na oportunidade, ele foi conduzido até a sede do DHPP, onde foi ouvido e negou qualquer participação no caso. Como não havia ordem de prisão, William foi liberado. Com o avanço das apurações, a equipe do DHPP levantou provas que indicavam o envolvimento dele e de Maiane no crime, que levaram as decretações das prisões. Os acusados permanecem recolhidos na carceragem de uma das delegacias da capital.

Michelle foi encontrada morta no final da tarde do dia 4 de novembro, na área de uma escola abandonada no conjunto Marcos Freire I em Nossa Senhora do Socorro. Ele foi morta por asfixia e estava despida, o que levanta a possibilidade de também ter sido vítima de abuso sexual.

Você pode querer ler também