ARACAJU/SE, 16 de abril de 2024 , 23:42:49

logoajn1

Ex-presidiário mata companheira na frente dos filhos menores

Da redação, AJN1

 

A equipe de investigações da Delegacia de Neópolis ainda não dispõe de pistas do ex-presidiário Giliarde Vieira dos Santos, o "Cachorro Louco", que é suspeito de matar a companheira, Adriana Lúcia Silva de Oliveira, 33 anos. O crime aconteceu no início da noite desse domingo (12), na residência da vítima, localizada na invasão do bairro Cohab II.

 

Familiares informaram aos policiais militares do Destacamento de Neópolis que o relacionamento do casal sempre foi marcado pela violência. Mesmo assim, Adriana preferia não denunciar as agressões e ameaças à polícia, em virtude das ameaças que sofria. Temendo pelo que poderia acontecer com ela e com os filhos, a mulher também se recusava a pôr um fim no romance.

 

Na noite de ontem, Adriana estava em casa na companhia dos três filhos menores, quando foi surpreendida por Giliarde. Os dois tiveram uma rápida discussão e a mulher acabou atingida com um golpe de faca no pescoço. Ela ainda tentou buscar ajuda, mas caiu próximo de casa.

 

Após o assassinato, o ex-presidiário, que saiu do presídio há pouco mais de 15 dias, fugiu tomando destino ignorado. A polícia foi acionada e chegou a realizar buscas pela localidade, mas não conseguiu prender o acusado, que pode ter fugido para Alagoas. O corpo de Adriana foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), em Aracaju, onde foi necropsiado e depois liberado para o sepultamento.

 

Você pode querer ler também