Fugitivo do Copemcan é preso em um bar no Siqueira Campos

 

Da redação, AJN1

Cinco meses depois de fugir do Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan), em São Cristóvão, Juelinto Silva Freitas foi recapturado pela equipe do Grupamento de Ações Táticas do Interior (Gati). A ação aconteceu aconteceu na tarde desta terça-feira (9) em um bar na rua Acre no bairro Siqueira Campos, zona oeste da capital. Juelinto estava foragido desde o dia 9 de dezembro do ano passado, quando escapou da unidade prisional juntamente com outros cinco detentos. Ele foi encaminhado até a 2ª Delegacia Metropolitana (DM), onde permanece recolhido até a transferência para uma das unidades prisionais de Sergipe.

Os militares do Gati informaram que estavam realizando rondas na área do Siqueira Campos e ao passar pelas imediações da rua Acre, foram abordados por um homem, que se identificou como agente prisional, e denunciou que um fugitivo do Copemcan estaria em um bar da localidade. Os policiais foram até o estabelecimento indicado e abordaram o suspeito, que a princípio se identificou com um nome diferente. Como não apresentou nenhum documento, ele foi conduzido até a 2ª DM, no bairro Getúlio Vargas.
Depois de realizar alguns levantamentos na unidade policial, ficou constatado que o preso era Juelinto Silva, um dos seis presos que haviam escapado do Copemcan em dezembro do ano passado. Na fuga, eles serraram grades das celas, cortaram o alambrando e utilizaram uma “tereza” – corda feita com lençóis – para pular o muro. Na parte externa do presídio, a informação é que havia um veículo, que deu apoio a fuga. Com a prisão de Juelinto, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) tem a oportunidade de esclarecer as circunstâncias nas quais ocorreram a fuga e quem a planejou.