ARACAJU/SE, 19 de abril de 2024 , 5:17:42

logoajn1

Homem é morto a tiros em garagem de supermercado

Agência Jornal de Notícias

Joangelo Custódio

 

Por volta das 15h45 desta sexta-feira (10), um homem identificado como Joel Moura de Jesus, de alcunha "Mineral", vendedor de água e energéticos no cruzamento das avenidas Coelho e Campos e Carlos Firpo, Centro de Aracaju, foi morto a tiros no momento em que trabalhava.

 

De acordo com narração de testemunhas, Joel era ex-presidiário e foi surpreendido por dois homens que desceram de um veículo Volkswagen, modelo Gol, de cor preto. Ao identificar a vítima, que estava de costas, um dos assassinos sacou revólver e disparou friamente contra o ambulante.

 

Ensanguentado, o vendedor começou a correr, desembestado, sentido mercado, com os homicidas em seu encalço. Na correria, ele chegou a se esbarrar em uma senhora, que caiu no chão e ainda recebeu uma coronhada dos criminosos no momento em que eles cruzaram com ela.

 

Joel adentrou a garagem do supermercado Gbarbosa, localizado na rua José do Prado Franco. Foi lá que, em vão, tentou se esconder, mas já era tarde, os assassinos o alcançaram e terminaram o serviço: aplicando-lhe mais de cinco tiros, diante de clientes, que ficaram estarrecidos com a brutalidade do crime. Na sequência, os meliantes zarparam.

 

A Polícia Militar foi acionada, mas não chegou a tempo de prender os facínoras. Ainda segundo os policiais, o crime tem evidências de acerto de contas, possivelmente por envolvimento com o tráfico de drogas. O Instituto Médico Legal também foi chamado para recolher o corpo.

 

O crime chamou a atenção de dezenas de curiosos e o trânsito na região ficou congestionado. Os familiares, consternados, chegaram ao local para identificar o corpo. O pai de Joel, aos prantos, disse à imprensa que o filho era ex-presidiário e que estava jurado de morte.

 

Matéria atualizada às 18h40 para acréscimo de informações.
 

Você pode querer ler também