ARACAJU/SE, 19 de abril de 2024 , 6:50:14

logoajn1

Homens armados rendem vigilante que prestava serviço em estação da Petrobras

Três assaltantes renderam um vigilante que prestava serviço em uma estação da Petrobras localizada na região central da cidade de Carmópolis, distante 47 quilômetros de Aracaju. O fato ocorreu em seu próprio local de trabalho, durante a noite da última quarta-feira (13), quando três elementos encapuzados renderam o segurança.

 

Com base no relato da vítima, era por volta das 19h30, os infratores estavam fortemente armados, ostentando armas de grosso calibre como duas escopetas, além de um revólver calibre 32. Sob a mira das armas de fogo, os criminosos obrigaram o vigilante a entregar o revólver calibre 38, pertencente a empresa.

 

O trio ainda se apoderou de 12 munições, seis na arma e seis no porta munições, além de um colete, uma lanterna, um aparelho de telefonia móvel, um rádio comunicador e documentos pessoais da vítima.

 

A Polícia Militar foi acionada e chegou a realizar incursões, não conseguindo realizar a prisão do trio. O caso foi registrado em Boletim de Ocorrência prestado pela Delegacia Plantonista (Deplan).

 

Furto em comércio

 

Uma ação conjunta entre Policiais Civis da Delegacia de Boquim e Militares da 1ª Companhia do 6º Batalhão resultou na prisão de um homem e apreensão de um adolescente em conflito com a lei, após furto em um comércio do Povoado Mutumbo, em Pedrinhas.

 

Segundo informações passadas pela polícia, a PM foi acionada pelo proprietário do estabelecimento, alegando que o local foi invadido, tendo sido furtado vários itens e pertences. Através das imagens colhidas pelas câmeras do sistema de segurança, o proprietário conseguiu reconhecer um dos envolvidos e informou a residência do suspeito.

 

A informação levou os militares a se deslocarem, juntamente com a equipe da Polícia Civil de Boquim, liderada pelo delegado Eurico Nascimento, até o Povoado Mutumbo, localizando, através de buscas, dois dos três autores do furto. Eles foram identificados como Erasmilton Sultero Ribeiro, 21, e um adolescente em conflito com a lei de14 anos.

 

Durante o interrogatório, ambos teriam assumido participação no caso e chegaram a apontar a localização do material furtado. Com os produtos do furto recuperados, os militares deram voz de prisão aos envolvidos que foram encaminhados para a Delegacia Regional de Estância.
 

Por Rafael Heleno/Correio de Sergipe

Você pode querer ler também