IML recebe oito vítimas de mortes violentas em 24 h

Da redação, AJN1

 

O Instituto Médico Legal (IML) Dr. Augusto Leite, em Aracaju, necropsiou oito corpos vítimas de mortes violentas nas últimas 24 horas. Foram por homicídios, duas por acidentes no trânsito, uma por enforcamento, uma por queda da própria altura e outra cuja causa da morte ainda está sendo investigada. No Parque dos Faróis, em Nossa Senhora do Socorro, duas pessoas foram assassinadas a tiros e a suspeita da polícia é que os crimes tenham relação com o tráfico de drogas na região.

 

O primeiro caso aconteceu no final da manhã deste domingo (3). De acordo com levantamentos da equipe da 3ª Companhia do 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM),  Kennio Mirosma Santos, 19, estava na feira livre do Parque dos Faróis quando foi surpreendido por cinco homens que estavam em uma carroça. Kennio foi rendido e executado com vários tiros. Após o crime, os desconhecidos fugiram tomando destino ignorado pela polícia.

 

Segundo policiais, a vítima era integrante de um grupo criminoso que atua na localidade denominada de "Morro do Macaco" e estaria em confronto com outra quadrilha do loteamento Itacanema, onde durante a noite José Oliveira Santos Filho, o "Gordo da Massa", 40, foi morto a tiros. Até o momento não se tem informações se os assassinatos têm relação.

 

Em Maruim, o ex-presidiário José Maximiniano dos Santos, 44, foi alvejado a tiros enquanto participava de uma festa e morreu ao receber atendimento médico no hospital do município.