ARACAJU/SE, 24 de abril de 2024 , 19:49:57

logoajn1

IML registra oito assassinatos nas últimas 24 h

O Instituto Médico Legal (IML), em Aracaju, recolheu dez corpos vítimas de mortes violentas em Sergipe, sendo oito deles por homicídios e destes sete aconteceram na capital. Um dos casos que chamou a atenção foi o triplo assassinato ocorrido durante a noite na ocupação da área do antigo frigorífico no bairro Olaria, na zona oeste.

 

Os primeiros levantamentos sobre o ocorrido indicam que ?o adolescente Antônio Vinicius Silva dos Santos, 16, Lucas Alves dos Santos, 18, e Anderson Nascimento Costa estavam conversando em frente a um dos barracos da ocupação, quando foram surpreendidos por desconhecidos, que efetuaram vários disparos. Lucas e Antônio morreram no local, enquanto Anderson foi encaminhado para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), onde veio a óbito.

 

Temendo represálias, os moradores não se arriscam a comentar o ocorrido e preferem respeitar a lei do silêncio, que estaria sendo imposta por criminosos que atuam na localidade. O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

 

Mais violência

 

Na invasão das Malvinas, no bairro Mosqueiro, na zona de expansão da capital, o ex-presidiário Márcio Conceição Queiroz Feitoza, 27, e Claudinei Maia dos Santos, 19, foram executados a tiros. Na localidade, os moradores se recusam a passar informações sobre ocorrido. Márcio tem condenação por roubo e desde março estava cumprindo pena em regime aberto.

 

No bairro Coroa do meio, Ezequiel Santos Vieira, 21, foi assassinado por dois homens que estavam em uma moto. Já no bairro Cidade Nova, o ex-presidiário José Eduardo Conceição da Silva, o "Bujão", 39, foi executado a tiros depois por desconhecidos que trafegavam de moto. Segundo policiais, ele tinha envolvimento com o tráfico de drogas na área dos mercados municipais da capital.

 

A equipe do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) vai investigar o achado do corpo de um recém-nascido em uma lixeira do loteamento Guajará, em Nossa Senhora do Socorro. O bebê foi encontrado em dentro de uma sacola e sacos de lixo.

Você pode querer ler também