Sergipe perde João Alves Filho, um grande homem público, que muito contribuiu para o desenvolvimento do estado. Saiba mais

IML registra sete mortes violentas nas últimas 24 horas em Sergipe

 

Da redação, AJN1

O Instituto Médico Legal (IML) registrou sete mortes violentas nas últimas 24 horas em Sergipe. Foram cinco vítimas por homicídios, uma por acidente no trânsito e outra por causa da morte ainda dada como indeterminada. No bairro Campo Grande em Itabaiana, Antônio Carlos dos Santos Silva, 29, foi morto por espancamento na noite deste domingo (17). As circunstâncias do crime ainda estão sendo apuradas pela polícia, mas os primeiros levantamentos sobre o caso indicam que a vítima foi assassinada a golpes de barra de ferro.

Um fato que chamou a atenção dos militares que atenderam a ocorrência é que horas antes do achado do corpo, a polícia recebeu denúncias que um homem, possivelmente a Antônio Carlos, estava importunando populares na localidade. Uma equipe do 3º Batalhão da Polícia Militar (BPM) chegou a realizar buscas na área para localizar o suspeito, mas não obteve êxito. Durante a noite, um novo chamado para polícia indicava que havia um corpo na rua Ana Silva Leal. Após a confirmação do assassinato, foram solicitadas as presenças das equipes da Criminalística e do IML, que após a perícia fizeram a remoção do corpo para ser necropsiado.

Na capital as vítimas da violência foram José Roberto Santos Filho, 40, que foi morto a tiros no interior de uma residência na rua A-3 no conjunto Bugio; e Alexsandro Lino Santos Júnio, 23, que foi executado na rua K, no bairro São Conrado. Já em São Cristóvão, o adolescente João Vinicius dos Anjos, 16, foi morto a tiros no povoado Pedreira.

Outro corpo vítima de homicídio encaminhado ao IML foi o de Carla Ingred Santos, 20. Ela foi a quarta vítima da chacina registrada no conjunto Cohab II, em Neópolis, e morreu nas dependência do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), em Aracaju, para onde foi encaminhada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).