ARACAJU/SE, 17 de junho de 2024 , 9:37:26

logoajn1

Integrante do PCC morre em confronto com a polícia

 

Da redação, AJN1

Acusado de integrar uma quadrilha ligada a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), Flávio Nunes Costa, o “Pitbull”, 39, morreu durante uma troca de tiros com policiais. A operação “Quarteto” aconteceu no início da manhã desta quinta-feira (19), em Nossa Senhora do Socorro, e envolveu as equipes do Departamento de Narcóticos (Denarc) e do Comando de Operações Especiais (COE), com o apoio. A informação é que na casa do acusado também foi apreendido 55 kg de maconha prensada.

O Relações Públicas da PM, coronel Paulo Paiva, a operação acontece simultaneamente nos estados de Alagoas, Paraná e São Paulo, e teve como foco o cumprimento de mandados de prisão de integrantes de um grupo criminoso ligado ao PCC expedidos pela 17ª Vara Criminal de Maceió (AL).

Em Sergipe, a ação se concentrou na rua 39 do conjunto João Alves Filho, na região metropolitana de Aracaju, para o cumprimento da preventiva expedida. No momento da abordagem, Flávio reagiu a prisão e atirou contra os policiais. No confronto, ele foi baleado e acabou morrendo.

Em uma busca realizada no imóvel onde o acusado estava escondido foi encontrado dezenas de tabletes de maconha prensada. A droga foi encaminhada para o Denarc. Até o momento uma pessoa foi presa e outras três morreram em confronto com a polícia em outros estados.

As investigações que levaram a identificação dos criminosos começaram no mês de julho. De acordo com levantamentos realizados pela polícia, a organização criminosa alvo da operação atua em Alagoas e possui ramificações em outros estados. Sergipe era utilizado pela quadrilha como ponto de apoio para fazer com que os materiais ilícitos chegassem a capital alagoana, onde eram distribuídos.

Você pode querer ler também