ARACAJU/SE, 18 de julho de 2024 , 7:51:39

logoajn1

PC desarticula quadrilha especializada em assaltos e explosões a cashes

Do AJN1, Ailton Sousa

 

Dois homens foram presos e outros três morreram em confronto com as equipes do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) e da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol). O fato aconteceu no início da madrugada de hoje (8), na região da cidade de Poço Redondo, no sertão sergipano. Com a quadrilha foi encontrado sete pistolas calibre 9 milímetros e ponto 40, coletes balísticos, capuzes, luvas, fardamentos de várias empresas, explosivos e farta munição. A identificação dos presos e dos mortos ainda não foi divulgada pela polícia, o que deve ocorrer durante entrevista coletiva à imprensa.

 

De acordo com o assessor de comunicação da Secretaria de Segurança Pública (SSP), Lucas Rosário, a operação deflagrada durante a madrugada é resultado do trabalho investigativo que vem sendo realizado há vários mesese pelas equipes do Cope e Dipol, voltado para o combate a assaltos e explosões a agências bancárias.

 

A quadrilha, que também era procurada pelas polícias da Bahia e Alagoas, vinha sendo monitorada e pretendia executar mais uma ação criminosa em Sergipe. Diante da situação, as equipes da Polícia Civil se anteciparam ao bando e realizaram o cerco.

 

Ao notar a presença dos policiais, os criminosos tentaram furar o cerco a bala. Houve troca de tiros e três deles acabaram baleados e morreram depois de receber atendimento médico no hospital de Nossa Senhora da Glória. Outros dois acusados de integrar a quadrilha foram presos e encaminhados ao Cope, em Aracaju. A informação é que o bando é especializado em assaltos e explosões a caixas eletrônicos e vinha atuando nos estados de Sergipe, Alagoas e Bahia.

 

Possivelmente os bandidos tem ligação com a quadrilha que explodiu o cash da agência da Caixa Econômica Federal (CEF) de Poço Verde. O fato aconteceu na semana passada e os criminosos fugiram depois de trocar tiros com as equipes do Grupamento de Ações Táticas do Interior (Gati), comandada pelo major George Melo. 

Você pode querer ler também