ARACAJU/SE, 3 de março de 2024 , 20:22:17

logoajn1

PC investiga execuções em Porto da Folha

Da redação, AJN1

A equipe da Delegacia de Porto da Folha investiga o duplo homicídio que vitimou José Carlos Alves Mendonça, o “Doquinha”, 37, e José Márcio Rodrigues dos Santos, o “Marcinho”, 32, e a tentativa de morte contra Cláudio Peter Guimarães. O crime aconteceu no início da manhã do domingo (30), na estrada do Touro, no povoado Grota do Touro, e pode ter relação com o tráfico de drogas.

Segundo o comandante da 2ª Companhia do 4º Batalhão da Polícia Militar (BPM), major Walter Augusto, por volta das 5h30, os militares foram informados que haviam dois corpos, vítimas de arma de fogo, na antiga estrada que liga Porto da Folha a Gararu, e outra vítima havia dado entrada no hospital do município.

De acordo com informações passadas pelo sobrevivente à polícia, ele e os dois colegas – José Carlos e Márcio – se deslocavam a pé até a chácara de um amigo. No percurso, o trio foi interceptado por desconhecidos que estavam em um veículo de cor prata, tendo o homem que viajava no banco do passageiro efetuado vários disparos. José Carlos e Márcio foram baleados e vieram a óbito no local.

Já Cláudio Peter se fingiu de morto até a fuga dos criminosos. Ele conseguiu ajuda e foi encaminhado ao hospital de Porto da Folha e depois transferido para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), em Aracaju. Os corpos das outras duas vítimas foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML), onde foram necropsiados e liberados para o sepultamento.

O major Walter Augusto revelou que José Carlos estava em liberdade condicional e responde a processos por homicídio e tráfico de drogas. Diante da situação, ele não descarta a possibilidade que o caso tenha com motivação as drogas.

Você pode querer ler também