PF investiga furto de notebooks no Tribunal Regional do Trabalho de Sergipe


A Polícia Federal, com o apoio do Tribunal Regional do Trabalho de Sergipe (TRT/SE), deflagrou nesta sexta-feira (5), a Operação “Antivírus”. A ação teve como foco desarticular uma associação criminosa responsável pelo furto de dezenas de notebooks do TRT.

Segundo a segurança do Tribunal, foi identificado o sumiço de 48 notebooks, e alguns destes equipamentos passaram a ser anunciados em sites de vendas, motivando a suspeita de furto e receptação ilegal.

Diante da situação, o TRT/SE acionou a Polícia Federal. No decorrer da investigação, alguns equipamentos foram recuperados, sendo possível identificar a participação direta de funcionários de uma empresa terceirizada que presta serviços na área de informática.

Com o avanço das investigações e visando coletar indícios de provas, a Polícia Federal cumpriu hoje, quatro mandados de busca e apreensão contra três suspeitos, incluindo a sala destinada aos funcionários terceirizados do setor de informática do Tribunal Regional do Trabalho em Sergipe. A operação resultou na apreensão de um notebook e equipamentos periféricos de informática.

Também foram cumpridas medidas de afastamento do cargo contra dois colaboradores da empresa terceirizada, os quais vinham prestando serviços no Tribunal.

Segundo informou o Presidente do TRT/SE, até o momento não foi identificada a participação de servidores do Tribunal, e, desde o instante em que soube da suspeita de furto, determinou apuração rigorosa internamento através de processo administrativo e total apoio às investigações feitas pela Polícia Federal.

Fonte: Ascom PF