ARACAJU/SE, 13 de abril de 2024 , 20:00:34

logoajn1

PM e PC realizam operação de combate a violência no Santa Maria e 17 de Março

Da redação, AJN1

 

Equipes das polícias Civil e Militar deflagraram no início da manhã de hoje (31) uma operação de combate à violência em vários bairros da capital, tendo como alvo principal o Santa Maria e 17 de Março, na zona Sul da capital. A informação é que 17 mandados de prisão, internação e busca e apreensão foram cumpridos. Até o momento 15 pessoas foram presas, dentre elas três homens identificados apenas por “Teté”, “Paulo”, “Nito” e “Felipão”.

 

A operação, que envolve mais de 100 homens da PM e PC, é fruto do trabalho investigativo que vem sendo realizado há dois meses pela equipe da 9ª Delegacia Metropolitana, coordenada pelo delegado Gilberto Guimarães. Nos levantamentos foi possível identificar os criminosos, a maioria adolescentes, que vinham invadindo residências, praticando assaltos, arrombamentos, homicídios e latrocínios na localidade.

 

Os policiais realizaram buscas em vários imóveis do Santa Maria, nas áreas do Arrozal e invasões da Mangabeira e "Sovaco da Gata". Além das prisões e apreensões de adolescentes, drogas e armas, foram recuperados ainda vários objetos, que seriam frutos de roubos e furtos.

 

Segundo o diretor da Coordenadoria de Polícia Civil da Capital (Copcal), delegado André Baronto, o objetivo é dar uma baixa na criminalidade no Santa Maria. "Já conseguimos reduzir os índices de homicídios e agora vamos intensificar o trabalho na área", revelou o delegado, que faz um apelo à população para que continue auxiliando a polícia, passando informações através do 181 (Disque Denúncia).

 

“As prisões estão relacionadas a pessoas que vinham aterrorizando o Santa Maria. São pessoas envolvidas em crimes que repercutiram na imprensa. Esperamos que elas permaneçam presas para responder pelos crimes que cometeram”, explicou o chefe do Comando do Policiamento Militar da Capital (Copcal), tenente-coronel Vivaldy Cabral.

 

Durante todo o dia equipes do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp) e do Grupamento Especial de Repressão e Busca (Gerb) vão permanecer no bairro, realizando abordagens na tentativa de localizar outras pessoas que foram denunciadas pela comunidade. A operação da SSP no Santa Maria acontece dias depois que a escola municipal Laonte Gama foi invadida e depredada por vândalos, e do assalto a um vereador.

 

* Matéria alterada às 9h40 para acréscimo de informações.

Você pode querer ler também