ARACAJU/SE, 21 de maio de 2024 , 19:11:23

logoajn1

Polícia apreende banana de dinamite que seria utilizada em explosões a bancos

Uma grande quantidade de material explosivo, que possivelmente seria utilizado para explosão a agências bancárias, foi apreendida ontem (21) pelo Complexo de Operações Especiais (Cope), da Polícia Civil. O artefato foi encontrado embaixo da ponte que divide os municípios de Itaporanga d'Ajuda e São Cristóvão. Segundo a polícia, essa foi a segunda ocorrência da mesma natureza em menos de 30 dias.

 

O coordenador da operação, delegado Jonathas Evangelista, informou que a ação é uma continuidade das investigações iniciadas no final de setembro, que resultou na apreensão de certa quantidade de emulsão, mais popularmente conhecido como “banana de dinamite”, e na prisão de três suspeitos.

 

“Após a prisão dos suspeitos, demos continuidade às investigações a fim de localizar outros possíveis envolvidos, quando fomos informados, por meio denúncia anônima, sobre a existência de materiais explosivos escondidos dentro de uma caixa na mesma ponte da ocorrência anterior”, disse o chefe de polícia.

 

Com as informações detalhadas, os agentes do Cope foram até o local e descobriram o material. “Além da emulsão, encontramos uma grande quantidade de cordel detonante (explosivo que serve para potencializar os efeitos de outros explosivos, inclusive da emulsão), detonadores e outros acessórios para a montagem de bombas”, frisou o delegado, ao lembrar que, possivelmente, o artefato seria utilizado em explosões de agências bancárias tanto em Sergipe, quanto em estados vizinhos, haja vista o elevado potencial de detonação do material apreendido. 

 

Operação semelhante

 

O outro registro de apreensão de materiais explosivos na referida Ponte ocorreu em 30 de setembro deste ano, quando os agentes do Cope localizaram bananas de dinamite que estavam escondidas em uma caixa. Na ocasião, foram presos Jonh Lenon Batista Santos, Edmar Santos Eleotério e Diogo Lima Guilherme, suspeitos de fornecer materiais explosivos a quadrilhas especializadas em roubo a agências bancárias no Estado.

Você pode querer ler também