ARACAJU/SE, 19 de abril de 2024 , 6:28:59

logoajn1

Polícia Civil age rápido e prende estuprador de criança na cidade de Lagarto

Da redação, AJN1

 

Um homem, que ainda não teve a identidade divulgada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), foi preso na noite de ontem (3), acusado de raptar, espancar e estuprar uma criança de 10 anos, fato ocorrido na última segunda-feira em Lagarto. A prisão foi efetuada pela equipe do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) do município e com o criminoso foi apreendido o veículo usado para transportar a menina.

 

A investigação presidida pela titular do DAGV de Lagarto, delegada , Ana Paula, contou com o apoio do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) e da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol).

 

De acordo com a Assessoria de Comunicação (Ascom) da SSP, para chegar até o acusado as equipes da Polícia Civil contaram com o apoio da comunidade lagartense. Além disso, imagens de câmeras de segurança de residências e estabelecimentos comerciais foram determinantes para se identificar e prender o acusado.

 

O crime aconteceu no início da tarde do dia 2. Segundo policiais, depois de sair da escola, que fica em uma das avenidas do município, a menina seguia a pé para casa, quando foi surpreendida pelo criminoso. Depois de convencer a criança a entrar no veículo, o acusado colocou um saco plástico na cabeça dela.

 

A menina foi levada até uma casa abandonada localizada nas imediações da rodovia estadual Lourival Batista, no povoado Tapera do Saco. A criança teria ficado cerca de 40 minutos em poder do criminoso e neste período foi espancada e abusada sexualmente, chegando a ficar inconsciente.

 

Os policiais refizeram o caminho que, possivelmente, teria percorrido o criminoso após raptar a vítima e a partir daí foi se chegou as imagens que auxiliaram na identificação do acusado, que acabou preso. O acusado foi interrogado e se encontra recolhido na carceragem de uma das delegacias da capital. Ainda hoje (4) a SSP deve apresentar detalhes da investigação e prisão do estuprador em entrevista coletiva à imprensa.

Você pode querer ler também