ARACAJU/SE, 19 de maio de 2024 , 2:23:26

logoajn1

Polícia continua procura dos 18 foragidos do presídio em N. Sra. da Glória

As forças de segurança sergipanas recuperaram, até o momento, dois dos 20 detentos que escaparam do Presídio Regional Senador Leite Neto (Preslen), no município de Nossa Senhora da Glória, durante rebelião na noite da última sexta-feira (21).

Por enquanto, foram recapturados Jorge Valber Marciliano dos Santos, preso em Feira Nova, e Everton Silva Júnior, detido na cidade de Nossa Senhora das Dores. Segundo o assessor de comunicação da Polícia Militar, tenente-coronel Paulo César Paiva, 100 policiais estão mobilizados e continuam fazendo buscas nas regiões do Médio e Alto Sertão.

“A Polícia Militar está mobilizada, fazendo as buscas aos detentos foragidos e, inclusive, em operação conjunta com a Polícia Civil. Até o momento, dois presos foram recapturados. Os policiais estão concentrando a operação nas regiões do Médio e Alto Sertão sergipano, pois acreditamos que os detentos estejam ainda por essas áreas. Mas não descartamos a possibilidade de as buscas se estenderam para outras regiões e novas prisões poderão ser realizadas a qualquer momento”, destaca Paiva.

A polícia também pede a colaboração do povo sergipano e, quem tiver alguma informação sobre o paradeiro dos foragidos, podem fazer a denúncia para o Centro Integrado de Operações em Segurança (Ciosp) ou pelo Disque-Denúncia 181. “Quem tiver alguma informação sobre os foragidos pode ligar para nós. Essa ajuda é fundamental”, ressalta Paiva.

3 agentes feridos e 1 morto

 

A fuga em massa aconteceu após os detentos simularem uma confusão no presídio. Três agentes penitenciários ficaram feridos, sendo que um, identificado como Antônio Nascimento Nogueira, 49 anos, mais conhecido como “Antônio da Lua”, teve graves lesões no abdômen e tórax e morreu.

A assessoria de comunicação do Hospital Governador João Alves Filho disse que o outro agente ferido, Antônio Brasiliano da Costa, que foi alvejado no braço e de raspão na cabeça, recebeu atendimento médico e já foi liberado.

 

Já José Lenildson Gomes da Silva, 53 anos, teve ferimentos por arma de fogo no tórax e abdômen, foi submetido a cirurgia e está estável, respirando sem uso de aparelhos. 

 

O tenente-Coronel Paiva / Foto: SSP/SE

 

Você pode querer ler também