ARACAJU/SE, 18 de maio de 2024 , 4:06:49

logoajn1

Polícias Civil e Militar apresentam suspeitos por roubo ao BB na Coroa do Meio

Da redação, AJN1

 

Quatro homens envolvidos no roubo de uma agência do Banco do Brasil, localizada no bairro Coroa do Meio, em Aracaju, foram apresentados na manhã desta sexta-feira (16), pelas polícias Civil e Militar.

 

O assalto ocorreu no último dia 11 de agosto, onde seis homens armados renderam vigilantes, funcionários e clientes do banco e roubaram o dinheiro dos caixas. Após investigações, foram presos Rogério Feitoza de Oliveira, mais conhecido como "Gordo", 31 anos; Weslei Tavares Santos, vulgo "Leo", 34; Willians Torquato Conceição, popular "Lobo", 25; e Edcarlos de Jesus Santos, 21. 

 

O major Vitor Anderson, comandante do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha, explicou, durante coletiva à imprensa, que durante a fuga, clientes foram feitos reféns e logo depois liberados. "Naquele momento, fomos acionados e conseguimos localizar os criminosos ainda em fuga, tendo havido perseguição até as imediações do povoado São José, no bairro Mosqueiro, onde os carros utilizados no delito foram abandonados. Os criminosos fugiram deixando uma pistola e um revólver”, lembrou ele.

 

Investigações

 

De acordo com o delegado Jonathas Evangelista, diretor do Cope, as investigações que culminaram na prisão desses quatro acusados começaram com a prisão de Rogério, responsável pela locação do veículo Astra que foi abandonado e apreendido no Mosqueiro.

 

Em seguida, a polícia efetuou a prisão de Weslei, que portava droga e a quantia aproximada de R$ 12 mil, dinheiro que resultou da partilha do grupo após roubo ao Banco do Brasil. O montante, segundo Jonathas, já foi devolvido ao estabelecimento bancário.

 

"Dando sequência, conseguimos prender em Nossa Senhora das Dores Willians. Ele estava comprando eletrodomésticos com o dinheiro do roubo e alugado um imóvel naquele município. Na última quarta-feira (14), foi realizada a prisão de Edcarlos na cidade de São Cristóvão. Ele informou que utilizou o dinheiro do roubo ao banco para comprar drogas e pagar algumas dívidas”, finalizou.

Você pode querer ler também