Preso homem que aplicava golpes em locadoras e proprietários de veículos

 

Da redação, AJN1

A prisão do ex-presidiário Alex Fabiano Francisco da Silva, o “Léo Moral”, 44, poderá levar a equipe da Delegacia de Defraudações e Combate à Pirataria (DDCP) a desvendar um esquema de falsificação de documentos de veículos. Alex, que tem várias passagens pela polícia pelo crime de estelionato, estava com preventiva decretada pela justiça acusado de alugar e depois vender veículos de locadoras. Segundo a delegada Rosana Freitas, o acusado conseguiu transferir dois carros, junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran), sem autorização das vítimas. Os golpes causaram um prejuízo superior a R$ 200 mil.

O estelionatária foi preso nesta quinta-feira (24) durante uma ação conjunta das equipes da Defraudações e 4ª Delegacia Metropolitana (DM). De acordo com a delegada, nessa nova modalidade de golpe aplicado, Alex Fabiano alugava veículos por cerca de dois meses e nesse período os revendia. “A locadora só descobria o golpe após acabar o prazo do aluguel e o acusado não devolver o bem. Com isso, ou a empresa, ou o comprador do veículo ficava no prejuízo”, revelou Rosana Freitas, acrescentando que nos últimos 15 dias foram identificadas dez vítimas, mas esse número deve ser bem maior. “Com a notícia da prisão outras vítimas já surgiram”.

Policias reclamam que a flexibilidade da lei em relação ao estelionato acaba favorecendo ao criminoso. No caso de Alex Fabiano, ele já teve 13 mandados de prisão decretados pela justiça e não parou de delinquir após as saídas dos presídios. De acordo com informações na polícia, Alex Fabiano é um estelionatário inveterado que age há vários anos, mudando apenas a modalidade dos golpes. Em 2011, foi preso acusado de aplicar golpes em vários mulheres o que lhe rendeu o título de “estelionatário do amor”.

O acusado conhecia as vítimas através de sites de relacionamentos e depois de conquistar as mulheres, conseguia realizar financiamentos, efetuar compras em cartões de crédito e se apropriar do dinheiro referente a venda de bens das vítimas. Alex Fabiano foi preso em Sergipe em 2011 e em 2013 voltou à cadeia pelo mesmo crime praticado na Bahia, Alagoas e Piauí.

Depois de sair de deixar o presídio, voltou a agir, desta feita preso em Estância acusado de se passar por empresário de um cantor. Em maio do ano passado, Alex Fabiano ganhou a liberdade e mudou a forma de aplicar os golpes. Desta feita, alugava de forma lícita veículos e no período em que estava de posse do bem, conseguia vendê-los ou trocá-los, lesando empresas e proprietários de carros. Um fato que chamou a atenção da polícia é que o acusado conseguiu fazer a transferência de dois veículos sem autorização dos donos.