ARACAJU/SE, 18 de junho de 2024 , 3:13:20

logoajn1

Preso envolvido em explosão de agência bancária em Riachão do Dantas

 

Da redação, AJN1

Acusado de participar da explosão a agência do Bradesco, de Riachão do Dantas, Izael Hora dos Santos, o “Magrelo”, 30,  foi preso horas depois do ocorrido na cidade baiana de Olindina. Com o ele, as equipes do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) apreenderam um revólver calibre 38 com numeração raspada, explosivos e cerca de um terço do dinheiro levado do caixa eletrônico, cujo valor não foi divulgado pela polícia. Outros dois comparsas de Izael continuam foragidos e as investigações prosseguem, com o auxílio da polícia da Bahia, para chegar a identificação e prisão deles.

De acordo com a delegada Mayra Moinhos, que coordenou a operação, após a explosão da agência do Bradesco, os policiais do Cope, juntamente com equipes do 11º Batalhão da Polícia Militar (BPM) iniciaram as buscas na região. Nos levantamentos realizados através de informações passadas por populares e imagens de câmeras de segurança, foi possível identificar o veículo utilizado no crime, que era um veículo de cor vermelha com placas clonadas,  verificar as características dos envolvidos na ação e a rota de fuga utilizada por eles.

Duas equipes do Cope seguiram até Olindina (BA) e chegaram até a residência do Izael, que já era conhecido da comunidade local pelo envolvimento em crimes. No momento da abordagem, ele confessou envolvimento na explosão da agência bancária e revelou que agiu em companhia de dois homens de Salvador, que alegou não saber a identificação e localização deles. Com o acusado foi apreendido uma arma, explosivos e material usado na detonação, e parte do dinheiro roubado do banco.

Pelo que ficou esclarecido, o trio passou dez dias observando a movimentação na área da agência em Riachão do Dantas e nesse período chegou a ir em outras cidades, que poderiam vir a ser alvo de ações criminosas. Izael, que disse ter experiência no manuseio de explosivos, revelou ter sido ele quem arrombou e entrou na agência para detonar o caixa eletrônico, enquanto os dois comparsas davam cobertura em um veículo roubado na Bahia. “Izael confessou cinco explosões em agências da Bahia e esta em Riachão. Como houveram explosões recentes em Sergipe vamos investigar para verificar se eles tiveram participação”, explicou a delegada Mayara Moinhos.

 

 

 

 

*Matéria alterada às 9h30 para acréscimo de informações.

Você pode querer ler também