ARACAJU/SE, 17 de julho de 2024 , 14:32:37

logoajn1

SSP apresenta projetos, estatísticas e sugestões de leis aos vereadores de Aracaju

 

O secretário de Segurança Pública de Sergipe, Mendonça Prado, se reuniu na manhã desta segunda-feira, 8, na Academia de Polícia Civil (Acadepol), com os parlamentares da Câmara Municipal de Aracaju para apresentar aos vereadores o funcionamento da SSP, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Coordenadoria Geral de Perícias (Cogerp). Na oportunidade, os vereadores também receberam três sugestões de projetos de leis de interesse da segurança pública do Estado.

 

O primeiro projeto versa sobre a possibilidade de dar mais visibilidade ao interior dos transportes coletivos, retirando as propagandas e outras peças que atrapalhem a visão externa. Uma segunda proposta diz respeito à instalação de câmeras nas áreas externas de condomínios.

 

“Cito o exemplo da tentativa de homicídio contra um advogado do OAB no início desse ano, crime que foi descoberto a partir do fatiamento de imagens dos condomínios por onde os suspeitos passaram. A investigação e a elucidação se deram em razão de instrumentos que são de propriedade privada. Propomos então que nos diversos condomínios de nossa cidade tenham câmeras em sua área externa”, destacou o secretário Mendonça Prado.

 

A última proposta trata do monitoramento por câmeras em toda a frota de ônibus que circula na cidade. O vice-presidente da Câmara, Jailton Santana, pediu a palavra e anunciou que todos os projetos sugeridos serão colocados em apreciação na Câmara de forma coletiva pelos vereadores de Aracaju.   

 

No tocante, a formatação de convênios de Sergipe com a Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça (Senasp/MJ) coube a assessora de planejamento do SSP, Cátia Emanuelli, relatar quais são os principais investimentos federais no Estado.

 

Ela disse que a partir da adesão ao programa Brasil mais Seguro, Sergipe recebeu cerca de R$ 57 milhões. “Alguns resultados dessas ações sentiremos em médio e longo prazos”, pontuou. O assessor da Superintendência da Polícia Civil, delegado Kássio Viana, abordou o tema: “a função constitucional da Polícia Civil dentro da Secretaria de Segurança Pública”.

 

O delegado detalhou a missão prevista na Constituição e destacou alguns casos recentes de crimes de repercussão que foram desvendados pela instituição. Kássio disse, ainda, que a média de elucidação de homicídios no país gira em torno de 6% a 8%, mas em Sergipe, essa média ultrapassa os 60%.

 

O comandante do Policiamento Militar da Capital, coronel Luiz Azevedo, falou das ações de policiamento ostensivo em Aracaju e apresentou números que deixaram os vereadores entusiasmados. Segundo o oficial, de janeiro a maio, o CIOSP realizou 58.271, sendo que 70% desses atendimentos foram em Aracaju.

 

Apesar do alto número de atendimentos, a estatística de 2015 aponta uma queda de 6%, em comparação com 2014, no acionamento do serviço de emergência. Em contrapartida, aumentou o número de pessoas presas pela Polícia Militar nos cinco primeiros meses deste ano, saindo de 1.371 (2014) para 1.636 (2015). No mesmo período deste ano, a PM apreendeu 105 armas de fogo e recuperou 341 veículos roubados.

 

Corpo de Bombeiros

 

O coronel Gilvan Paixão apresentou um panorama do Corpo de Bombeiros, que completa 95 anos em 2015, e disse que o efetivo de 582 homens está distribuído em várias partes do Estado. O oficial mostrou fotos de atuações recentes da corporação e disse que o CBM precisa ampliar sua área de atuação.

 

Para isso, afirma, seria necessária a contratação de novos bombeiros, aprovação da regulamentação do código de segurança contra incêndio e pânico e aprovação da Lei de Organização Básica (LOB) da instituição.

 

Cogerp

 

O coordenador geral, Moises Chagas, anunciou o fim das filas no Instituto de Identificação e uma série de medidas para melhorar o funcionamento dos Institutos de Criminalística, Médico Legal e Instituto de Análises e Pesquisas Forenses (IPAF). Chagas disse que já criou duas equipes de peritos criminalistas para atender o estado e com isso diminuir a longa espera para realização de perícias em locais de crime.

 

O secretário Mendonça Prado, por sua vez, foi parabenizado por todos os vereadores pela forma democrática com que conduz sua gestão. “Precisamos fazer um trabalho de interlocução com a sociedade e nada melhor do que começar com aqueles que fazem as leis, apresentado sugestões, projetos de leis e ouvindo as criticas”, destacou o secretário.

 

Mendonça respondeu a questionamentos do vereador Bertulino Menezes sobre a segurança da Orla de Atalaia e sobre a mudança do Instituto Médico Legal. Ele adiantou ao vereador que a segurança daquela área turística da cidade será fortalecida com a transformação da Companhia de Policiamento Turístico em Batalhão e disse que o governo do Estado já tem dinheiro em caixa para construir um novo IML na cidade de Nossa Senhora do Socorro.

 

O vereador Emmanuel Nascimento elogiou a postura democrática da SSP em querer construir uma segurança comunitária. “Quero dizer aos senhores policiais que vocês estão muito bem comandados. Trabalhei com Mendonça quando ele foi vereador e conheço a postura honesta, ética e centrada dele”, destacou.

 

Fonte:SSP/SE

Você pode querer ler também