ARACAJU/SE, 16 de abril de 2024 , 1:33:29

logoajn1

SSP e SES definem estratégias para revezamento da Tocha Olímpica

Da redação, AJN1

 

As Secretarias de Estado da Segurança Pública (SSP) e da Saúde (SES) apresentaram na manhã de hoje (27), a estratégia adotada para o revezamento da chama Olímpica Rio 2016 em Sergipe, que acontece neste sábado (28) e domingo (29). Cerca de 600 profissionais participarão do evento. Desses, 326 são policiais militares que atuarão diretamente.

 

“Além das polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros, contaremos também com o apoio das polícias Federal e Rodoviária Federal, da Marinha, Exército e Guardas Municipais, nos municípios onde elas existirem. Todas as forças integradas para dar tranquilidade à população que participará do evento”, destacou o delegado André Baronto, coordenador Regional de Segurança do evento.

 

Devido a importância do evento, foi reativado o Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) que passa a funcionar até o dia 29 de maio.

 

“Além desses, a sociedade sergipana contará com o policiamento ordinário, reforçado pelas unidades especializadas. No interior, o Grupo de Ações Táticas do Interior (Gati) e a Companhia Especializada de Operações em Área de Caatinga (Ceopac) reforçarão os batalhões de área. O Choque, a Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran), Comando de Operações Especiais (COE) e o Grupo Especial Tático de Motos (Getam) também integrarão o esquema tático”, destaca o chefe da 5ª Seção da PM, tenente coronel Paulo Paiva.

 

Interior

 

De acordo com a SSP, no interior do Estado, o policiamento será coordenado pelo tenente-coronel Iranildo Campos e em Aracaju pelo comandante do Policiamento Militar da Capital (CPMC), tenente-coronel Vivaldy Cabral. A Guarda Municipal também auxiliará reforçando a segurança, tanto da tocha, quanto do circuito com quatro equipes no serviço de motopatrulhamento e dos eventos secundários que ocorrem na cidade.

 

GTA e Samu

 

O Grupamento Tático Aéreo (GTA), coordenado por Virgílio Dantas, utilizará o helicóptero como plataforma de observação para acompanhamento de todo o trajeto e reforço às unidades terrestres em possíveis ocorrências. A partir das 6h do dia 27, cerca de 10 operadores estarão disponíveis, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde.

 

A aeronave, equipada para atender ocorrências graves, visa efetivar o transporte aéreo das vítimas pelo GTA, após acionamento via Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

 

Presente à coletiva de imprensa, a secretária Estadual de Saúde, Conceição Mendonça, detalhou a participação da SES no evento. “Contaremos com veículos equipados para dar apoio a qualquer ocorrência que surja no percurso das seis cidades envolvidas. A SES em parceria com as secretarias municipais fortaleceu todas as unidades de saúde, hospitais regionais, hospitais locais, salas de estabilização, tudo orquestrado e monitorados por meio do Samu na Central de Regulação de Urgência, para que a população tenha segurança e tranquilidade para aproveitar a passagem.

 

Com informações da SSP

Você pode querer ler também