ARACAJU/SE, 17 de junho de 2024 , 23:33:00

logoajn1

Suspeito de envolvimento em homicídio é preso no bairro América

 

Da redação, AJN1

Com preventiva decretada pela justiça por ser acusado de envolvimento em um homicídio registrado em 2015,  na zona oeste da capital, Maycon Yuri Conceição Santos, 21, foi preso por equipes do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp) portando uma pistola calibre 380. A ação aconteceu no final da tarde do sábado (21), no bairro América, e os policiais também apreenderam maconha, crack e cocaína, além de material para embalagem das drogas e um colete balístico. Além disso, foram recuperados dois aparelhos toca-CDs.

As equipes da Radiopatrulha realizavam o policiamento na área do bairro América, quando foram informadas pela equipe do Serviço Reservado da Polícia Militar (PM-2), sobre a presença de dois homens, que seriam foragidos da Justiça, que estavam em um veículo Citroen C4 Palas. Os militares da Leão Operações, 03 e 04 intensificaram as buscas e localizaram os suspeitos, que ao tentar fugir acabaram colidindo o carro nas imediações da rua Costa Rica.

Na abordagem, os policiais encontraram em poder de Maycon, que já responde a processo por homicídio, uma pistola calibre 380 com dez munições. O acusado estava acompanhado de um adolescente de 17 anos, que também foi detido. As equipes da Radiopatrulha se deslocaram até a casa dos suspeitos e no local foi encontrado um colete balístico, uma balança de precisão, 21 trouxas de maconha, 17 trouxas de cocaína e mais 500 cápsulas plásticas (pinos) para o fracionamento da droga, 59 pedras de crack, dois toca-cds e R$ 731.

Maycon foi autuado em flagrante na Delegacia Plantonista e vai responder pelos crimes de tráfico e porte ilegal de armas. Ele já era procurado pela polícia por ser suspeito de participar do assassinato de Jamisson Emídio de Souza, o “Negão”, ocorrido em julho de 2015, na praça Franklin Roosevelt, no bairro América. Pelo que ficou esclarecido, a vítima, que morreu depois de receber atendimento médico no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), foi alvejada a tiros e depois arrastada por um veículo por cerca de dez metros.

Você pode querer ler também